quinta-feira, 14 de agosto de 2008

operação de guerra: sikh pondo turbante

9 comentários:

Matheus Braga disse...

Nossa...O Lenço que ele usa pra colocar o Turbante é imenso...e ele consegue colocar com tanta Facilidade e Perfeição..Detalhe: Falando ao mesmo tempo ao celular!!!abr. Matheus Braga
www.matheusbraga.com.br

Guiki disse...

Gloria!!!
Tudo bem??
Ai, a sua novela vai ser uma delícia!! Mal posso esperar...
Sou espectador fanático das suas tramas e sempre fico muito ansioso pelas próximas.
Sou estudante e também pretendo escrever novelas, tomara que possa ser tão bom como você!!
Adorei descobrir o seu blog, virei sempre. Parabéns e sucesso pra "Caminho das Índias"!!

Simone Singh disse...

Gloria, como disse várias vezes sou sua fã. moro em são paulo capital. meu namorado é sikh e usa este turbante. ele mora em New Delhi. as vezes eu o vejo sem o turbante quando ele vai dormir. o cabelo fica muito engraçado e feito um rolinho na frente. A pouco ele me pediu que fosse morar na india e ficar escondida pois teme que sua família não me aceite. nossa história tem cido muito triste principamente para mim. nosso romance ja dura 1 ano praticamente e eu ja não sei o que fazer.Eu mencionei que ele assiste a novela américa.. beijos

Mariana disse...

Oi!

:)

O meu personagem sikh favorito é o tenente Kip Singh interpretado pelo excelente, elegante e muito lindo Naveen Andrews (o Sayid da série "Lost") em em dos melhores filmes de sempre, "O Paciente Inglês".

Além do lindo romance vivido pela personagem, adoro ver-lhe sem turbante e com o cabelo muito comprido e encaracoldado. :)

Alguns meses atrás vi um filme sobre um sikh (Gian Singh) que é obrigado a converte-se ao islamismo para conseguir atravessar a fronteira Paquistão-Índia na tentativa de resgatar a esposa (Naseem Khan). Naseem, depois de uma visita, viu-se impedida (presa) pela sua família muçulmana de voltar para junto do marido e do filho sikhs. Isto tudo num ambiente de pós-divisão da nação indiana em três estados, aquando existiram milhares de confrontos religiosos violentos. O próprio Gian teve de proteger inicialmente a mulher (que ficou perdida e sozinha na Índia, depois de um ataque hindu à muçulmanos) dos outros sikhs da sua vila que queriam a morte de todos os muçulmanos. O filme chama-se "Partion" ("Filhos de Deuses Diferentes",de Vic Sarin) e a história é, não muito, mas interessante.

Bjs!

ju disse...

Oi Gloria.
Adorei!!!
Muito bom o video.
O evento que aparece no incio acontece todos os dias na fronteira entre india e paquistao.
Simone, li o seu comentario e nao podia deixar de responder. {eco licensa a Gloria.
Eu sei que as diferencas culturais sao muito grandes e que 'e muito dificil pra familai dele aceitar mas acho que voce deveria se impor e mostrar pra ele que voce nao podera ficar escondida. Ele tera que te assumir se quer algo serio com voce. E se a familia nao aceitar voces terao que lutar por isso. Mas valorize a si mesma antes de tudo.
Eu sou casada com indiano. Moro na india e fiquei durante 6 anos me correspondendo com ele pela internet. Sei muito bem as dificuldades de um erlacionamento a distancia.
Se o amor de voces for grande o suficiente (o amor de ambos nao apenas o seu) vai superar esse obstaculo mas esteja ciente de que esse 'e apenas um de outros milhares e analise se voce esta preparada para enfrentar isso.
Boa sorte.

Lucio Marcelo disse...

Gloria vc é uma Gloria !!!

Nossa sou seu fã de anos e anos na minha opinião vc é perfeita...
Suas novelas sempre marcam época, na vida de todos...
Já tive o sonho de ser ator e fazer uma novela sua, mas hoje deixe isso de lado, mas torço para sua novela bombar no Ibope...
Que Deus dê a vc muita inspiração hj e sempre.
Bjusss
Lucio Marcelo
luciomarcelo@hotmail.com

Anônimo disse...

Oi!
É preciso ter muita perícia!

Mais algumas informações básicas sobre os siks:

"(...)A vida de um Sikh consiste em três réguas básicas, vida honesta, lembrar-se de Deus, e amar seu semelhante.
(...)Amritdhari (ou Sikhs batizados) não cortam o cabelo, não consomem nenhum tipo de bebida álcoolica, fumo ou drogas. Um Sikh deve ter auto-controle e manter sempre Deus no coração e na mente. Os Sikhs devem meditar no Único Deus e nunca fazer a adoração de idolos. O portador de Amrit tem cinco símbolos ou artigos da fé, que devem sempre manter com eles. Estes cinco símbolos são cabelo comprido e coberto, o pente, bracelete de aço, calção intimo e uma espada pequena. A espada é emblema da coragem e do auto-defensa. Simboliza a dignidade e auto-confiança, a capacidade e prontidão em defender sempre o fraco e oprimido. Ajuda sustentar um espírito marcial e a determinação para sacrificar-se a fim defender a verdade. Um Sikh é um devoto que deve primeiramente proteger sua devoção, um Sikh é um guerreiro poderoso. Um verdadeiro Sikh nunca deixou armas fazer exame da precedência sobre seus valores e devoção espirituais. Um Sikh real sempre ajudará o seu semelhante independente da raça, casta ou religião quando se fizer necessário. Quando todos meios restantes da auto-proteção falham, o Sikh pode usar sua espada proteger-se e a outro pessoa ou seja; a espada deve ser usada em ultimo caso. Um Sikh nunca usará sua espada atacar qualquer um.
(...)

Finalmente, um Sikh deve compartilhar sempre com outras pessoas. No espírito de defender a verdade, um Sikh deve também ajudar seu semelhante em qualquer outro tipo de necessidade e compartilhar seu alimento com os menos afortuandos.(...)"

Fonte:http://sikhismo.blogspot.com/2007/04/como-receber-o-batismo-sikh.html

Bjs!
Ana

Profª Sandra Bose disse...

Eu adoro os sikhs e seus turbantes todos arrumadinhos. Os hindus os chamam de "repolho" mas eu prefiro os "repolhos" aos turbantes dos indianos do rajastao, embora o seu colorido seja contagiante! Na verdade creio que gosto de todos os turbantes :)

Mah___s2 disse...

muito legal o blog vou vir aqui varia vezes!!
Parabéns gloria pelo seu trabalho magnífico como sempre e sucesso em caminho das indias uma novela maravilhosa te desejo toda a sorte do mundo beijos.Mateus