sexta-feira, 18 de setembro de 2009

do Blog do Boni

Uma aula do Boni que vale a pena reproduzir.

Escrito em:16/9/2009
FAZER TELEVISÃO É FÁCIL. COMUNICAR É DIFíCIL.

Criar cenários, iluminar, cortar, gravar, editar, etc…etc são funções artísticas importantes e fundamentais na produção de um programa de televisão. Mas todas elas, mesmo executadas com perfeição, não fazem necessariamente um bom programa. Uma boa produção é indispensável, mas não é tudo. Julio Gouveia, o pioneiro produtor de televisão, dizia com propriedade que se um livro fosse muito interessante ele resistiria a uma boa leitura frente as câmeras, sem um corte sequer, sem qualquer produção. Bastaria um narrador competente. Infelizmente os recursos de produção fazem alguns profissionais acreditarem que forma é mais importante do que conteúdo. O espectador não é bobo. Não adianta apostar em móveis, cadeiras, escadas, elevador que não vai a lugar algum, carros, barcos, novidades tecnológicas, cenários mirabolantes,cidades fantásticas, desertos, rios e montanhas. Também não adianta berrar com quem está em casa porque se baixa o volume, muda de canal ou, simplesmente, desliga. Nem gritos, nem sussurros. E é bom lembrar que bater palmas para o próprio umbigo é tão ridículo como uma “merchandising” mal feita. O que importa é a capacidade de comunicar. É não ser egoísta pensando no produto apenas como mais um produto. É fundamental pensar em quem está do outro lado, em casa, com o controle remoto na mão. Não basta um produto bem realizado. É preciso que ele seja realizado para quem vai ver. Que interesse e… muito. E que seja capaz de prender o interesse. Que tenha potencial para durar o tempo para o qual foi projetado, para não encher linguiça. Minutos, horas, meses ou anos. O Max Nunes quando lhe apresentavam um novo programa, sapecava: Me conta como vai ser o décimo segundo. Um programa bom pode resistir ao tempo, mas não pode ser como um restaurante velho “sob nova direção”. Ou aquele sabão de sempre “agora em nova embalagem”. Uma novidade formal é bem vinda, mas não pode ser anunciada, promovida e alardeada como se fosse a descoberta da pólvora. Basta que seja percebida. Só vale a pena botar a boca no mundo e dar tiro de canhão se a novidade for de conteúdo. Nereu Bastos, na velha TV Tupi, quando algum produtor exagerava nos pedidos de materiais, costumava retrucar: Pergunta na sua casa se alguém já ligou a TV para ver o sarrafo da TV Rio, o pano da Tv Excelsior ou a mesa da Globo? Um exagero do Nereu, mas com um fundo de verdade. O que se quer ver mesmo é alguma coisa que atravesse a tela do televisor e mexa com a gente. Fazer televisão é fácil. Comunicar é difícil.

Boni

16 comentários:

Jéh - disse...

Glória,já lhe enviei o convite no orkut,e tambem o convite no facebook da Dany,o blogspot,envio de novo aqui,pra vc visualizar: daniellaparasempre.blogspot.com

Se visitar,deixe um comentário ou recadinho dizendo o que achou e se devo mudar algo..

um grande abraço,com a admiração de sempre..

Anônimo disse...

Caminho das Indias interessou(interessa) e... muito! Prendeu o meu interesse, o interesse de muita gente. E com certeza teria e tem potencial para durar minutos, horas, meses ou anos. =)

Glória... Caminho das Indias atravessou a tela do televisor e mexeu com a gente!

Pra além de fazer televisão, você conseguiu comunicar!!! =)))

Pela milesima vez PARABENS!!!

De continuação a esta maravilhosa história por favor...

Beijooo** Tudo de BOM! ;)

Sónia Almeida

Anônimo disse...

Glória
Neste mundo tão marcado pela violência, em que a mídia tem prazer mórbido em explorar as mazelas humanas e não revela o que há de bom também... NEste mundo ainda há espaço pra sonhar e vc nos ajudou a sonhar.
Continue a escrever coisas lindas, sem violência. Como escrevi em outro post pra vc, eu e minhas filhas estamos SAUDOSAS do horário em que juntas assistíamos à sua novela. Dá pra sair CDI II???

Bjo
Om shanti
Fátima

ALEX SPINOLA disse...

Vou guardar esse texto, como um mantra, dentro do meu Manual do Roteiro, de Syd Field!!!

Rafael Maciel disse...

Oi Glória, tudo bem?
Depois de muito tempo procurando seu blog, graças a Deus consegui. Não vim até aqui hoje, te elogiar, porque não preciso, pois sei que todos amam seu trabalho. Por isto que vim até seu blog, eu tenho 18 anos, em breve completo 19. Eu desde pequeno sempre gostei muito de atuar e escrever, agora estou desempregado, pois estou fechando minha locadora, queria tanto poder trabalhar sabe como aprendiz, eu sei que muitas pessoas lhe pedem oportunidades, e até mesmo são interesseiras, mais realmente queria uma oportunidade, de poder trabalhar como ator ou autor. A minha vontade é tanta, que até criei um orkut, onde em vez de fotos, são as histórias que eu crio, posto as imagens diareamente, onde posso começar a mostrar um pouco de meu esforço. Fico imaginando meus personagens ganhando vida, saindo do papel, para a ficção. Moro em Araucária que fica ao lado de curitiba, no paraná. Só queria mesmo lhe pedir, com toda a humildade do mundo, de conseguir um estágio na oficina de atores da Globo, ou participar em algum projeto, para eu ver como funciona um verdadeiro roteiro. Não queroser apenas um cidadão e sim realizar meus sonhos que sempre foram esses, e quem sabe um dia trazer tanta emoção quanto você e outros autores, atores, direção nos proporcionam aqui dianta de nossas casas. Meu email é rafael-green@hotmail.com. Espero com muita fé, uma resposta mesmo que ela seja ruin, mais com certeza torcendo, para uma resposta positiva. Abraços, fica com DEUS!

Claudinha disse...

Interessante observar que passamos grande parte da nossa vida em busca de algo. Em busca do grande amor, da melhor profissão, do melhor trabalho, dos melhores amigos, da melhor família, em busca da saúde, do sentido da vida... Contudo, quando os encontramos, dificilmente aceitamos o que nos é oferecido.
A busca às vezes precisa ser freada. A vida pede espaço para ser vivida. Sonhar, fazer planos e traçar rotas faz parte da procura. Contudo, essas ações precisam realçar a beleza que o instante significa. A vida é movimento, é caminhada, é relação, é respeito ao outro, é construção, é perceber e permitir que cada um tenha suas características, suas belezas, suas diferenças.
A vida não se limita a simplesmente encontrar um sentido para ela, mas sim permitir que ela se manifeste.
Escreva uma história real...
Preciso falar com vc tenho um recado para te dar. Não irei desistir, não posso desistir. Não trabalho em televisão e nem tenho vontade (sou dentista e o meu marido é médico) esse não é o meu ramo. Bjs

Matheus Braga disse...

Saber COMUNICAR é pra poucos...Poucos como você...!!Pessoas que são diferentes...únicas, que tem algo a mais...que poucos tem: FASCÍNIO PESSOAL...Que faz destacar-se perante os outros...Isso é você...!!! Saúde e Boa Noite!!!
abr. Matheus Braga...!!!
www.matheusbraga.com.br /
www.montenegroeraman.com.br

Anônimo disse...

Já dizia o Chacrinha: quem não se comunica se trumbica!
axé
Mauricio

Júnia De Paula disse...

Olá Glória, li esse texto sobre a comunicação, achei interessantíssimo, pois so tenho 15 anos e pretendo me formar ( ainda falta um pouco,rs.) na área da comunicação. Particularmente pretendo ser, e vou conseguir se Deus quiser, ser atriz.Parece até um pouco clichê ''falando'', pois muitas das meninas da minha idade gostariam de ser atrizes e famosas.Mais pra mim, não é so uma vontade boba de adolecênte, nem um sonho de criança, é um OBJETIVO na minha vida, que eu pretendo a todo custo, alcança-lo.Me indentifico muito com suas novelas,fico bem atenta sempre com as dicas das atrizes.Bom, Glória, so estou te escreveno tudo isso, como meu amigo ali em cima, pra te pedir uma oportunidade também, pois eu sei que nada nessa vida cai do céu, e como eu tenho muita determinação e força de vontade, pois eu sei que talento e competência para isso eu tenho, estou aqui, te pedindo pelo menos uma resposta.Eu moro em Belo Horizonte, mais largaria tudo pra ser atriz, para conquistar oque eu quero.E mesmo que você não me dê nenhuma resposta,não vou desistir, NUNCA! Ainda você irá ouvir falar muito de mim ..
Glória, espero que você leia isso e que você me intenda, pois ainda queria te contar muitas coisas, principalmente a razão para que eu queira tanto me tornar atriz.
Meus contatos - juuh-oliver@hotmail.com ou junia.oliver@gmal.com. Como o Rafael, eu vou esperar com MUITA FÉ, e entusiasmo, algum tipo de retorno.Muito obrigada Glória, por esse espaço.beijos.

Marinelia apaixonada pela vida disse...

eu gostei muito da novela. gostaria muito de conhecer vc gloria
e quem sabe um dia vc me covida para sua proxima novela
a esperaça e a ultima que morre
meu tel.. 027-32395447
eu vivo minha vida so sonhando
mas nenhum sonho meu foi realizado vc quer ser minha fada madrinha
me da uma oportunidade vc vera o meu orkut e este ai.....
http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=11978554280443030982&rl=t e so vc ver

Gy Camargo disse...

Por mais que eu imagine como seja essa tarefa, na realidade sei que é muito mais complexa.
Há que se observar que o telespectador quando liga a TV, quer se informar, se emocionar, rir,pensar, refletir.
Não me lembro qual o livro que dizia mais ou menos isso: à semelhança dos homens das cavernas que sentavam à frente do fogo para se aquecer e imaginar formas nas labaredas, hoje, sentamos diante da TV.
(Acho que foi num livro sobre formas de amar.)
Assim sendo, que a TV cumpra seu papel social.
Bjks,
Gy

Artes da Marga disse...

Oi Glória!
Li o texto aqui transportando o som da sua voz para o meu ouvido, como se eu estivesse ouvindo de vc. Realmente, já mudei de canal inúmeras vezes por não gostar ou não concordar com algo. Tb já mudei durante o comercial e fiquei, sinal que o outro foi mais interessante.
Te desejo boa viagem prá Cannes e que celebre mesmo esse bom momento.
Vc merece.
Bj e muita saúde

Margarida

Stockfrio disse...

Glória, sei que não depende só de você mais você conhece quem pode fazer isso, trazer a banda OmKara ao Brasil. abs Jairo

Daniela Garrido disse...

Oi Glória, tudo bem?
Parabéns pelo trabalho desenvolvido em "Caminho das Índias". O sucesso da novela não foi surpresa, começou em um mês menos favorável, mas foi crescendo aos poucos. Não é qualquer um que se dispõe a fazer uma novela como essa e, além do mais, abordar uma cultura tão diferente da nossa.
Apesar de ser um povo distante da gente, eles vivem no mesmo planeta. Então, por que não saber como eles vivem?
É preciso mostrar, sim, o diferente, contrastando com a realidade que conhecemos aqui.
Mesmo com personagens como Yvone, Surya, César, Zeca aprontando todas, cada um na sua particularidade, houve o contraponto da dança, da alegria e do bom humor. As histórias e as cenas foram muito bem intercaladas, não deixando a novela ficar pesada. No final, tudo se encaixou.
Na minha opinião, ajudou muito o fato de atrizes como Letícia Sabatella e Cléo Pires, por exemplo, nunca terem feito papéis de vilãs.
Um filme, uma peça de teatro ou uma novela tem que ser visto com total imparcialidade, considerando que quem está ali é o ator fazendo o trabalho dele, fazendo o que está no script. Não se pode confundir o personagem com o ator.
Foi engraçado a Norminha com o Abel e a Deva com o Radesh.
Parabéns e obrigada por tudo o que foi nos proporcionado em mais esse trabalho.
Vi a entrevista que você deu para a Patrícia Poeta no Fantástico. Foi legal ver que você continua forte, guerreira e com a mesma energia de sempre.
Aproveite bastante o pós-novela!!!
Fica como uma retribuição minha, a letra da música “Tocando em frente” do Almir Sater com um vídeo do YOUTUBE. ( ESSE YOU TUBE É UMA BÊNÇÃO! )
http://www.youtube.com/watch?v=2jZeu9cmKOc

Tocando em frente

Ando devagar por que já tive pressa
E levo esse sorriso por que já chorei demais
Hoje me sinto mais forte, mais feliz quem sabe,
Só levo a certeza de que muito pouco eu sei
Nada sei.

Conhecer as manhas e as manhãs,
O sabor das massas e das maçãs,
É preciso amor pra poder pulsar,
É preciso paz pra poder sorrir,
É preciso a chuva para florir

Penso que cumprir a vida seja simplesmente
Compreender a marcha e ir tocando em frente
Como um velho boiadeiro levando a boiada
Eu vou tocando dias pela longa estrada eu vou
Estrada eu sou.

Conhecer as manhas e as manhãs,
O sabor das massas e das maçãs,
É preciso amor pra poder pulsar,
É preciso paz pra poder sorrir,
É preciso a chuva para florir.

Todo mundo ama um dia todo mundo chora,
Um dia a gente chega, no outro vai embora
Cada um de nós compõe a sua história
Cada ser em si carrega o dom de ser capaz
E ser feliz.

Conhecer as manhas e as manhãs
O sabor das massas e das maçãs
É preciso amor pra poder pulsar,
É preciso paz pra poder sorrir,
É preciso a chuva para florir.

Ando devagar porque já tive pressa
E levo esse sorriso porque já chorei demais
Cada um de nós compõe a sua história,
Cada ser em si carrega o dom de ser capaz
E ser feliz.

Conhecer as manhas e as manhãs,
O sabor das massas e das maçãs,
É preciso amor pra poder pulsar,
É preciso paz pra poder sorrir,
É preciso a chuva para florir.

Felicidades e, principalmente, muita saúde!
Bjs,
Daniela

Julio Carrara disse...

Obrigado pela postagem, Glória.
Muito bacana esse texto do Boni mesmo. E o que me deixou muito feliz foi encontrar ali o nome de JÚLIO GOUVEIA. É uma pena q vivemos num país sem memória. E TATIANA BELINKY está aí, vivíssima aos 90 anos de idade e com roteiros excepcionais. Muita gente não sabe que eles foram responsáveis pela primeira adaptação do SITIO DO PICAPAU AMARELO, na TV Tupi, nas décadas de 50 e 60, além de outros 4 programas.E tudo feito ao vivo e com pouquíssimos recursos. Adoraria que a TV Globo resgatasse essas obras.
Bjs Glória. E um merecido descanso.

Olívia Neto disse...

Cara Gloria Perez, muito boa sua última novela Caminho das Indias, não me confesso noveleira, mas esta prendeu-me à atenção pelas fotografias e enredo/história/costumes,e onde tiveste a sensiblidade de ouvir o público.Gloria, gostaria d sugerir-lhe um cantor/canção p/sua próxima novela, trata-se de uma das vozes masculinas mais lindas da atualidade e que encanta aos cantores(as)a quem homenageia( e encanta a milhares), chama-se André Leonno,revelado em programa de TV, que não a Globo, que acaba "escondendo"coisas boas que o Brasil merece ter( mas vamos engolindo porcarias por aí...), encontram-se no Youtube algumas pérolas interpretativas dele e uma delas é a canção Laura/Pery Ribeiro, Contrários de Padre Fábio de Melo (falo do vídeo ESPECÍFICO onde ele homenageia o Padre e Pe Fábio faz um belo DEPOIMENTO-tem vídeos sem o depoimento-sobre seu talento,aliás o Padre PEDIU p/ ser homenageado por ele, André)e Aguenta coração/José Augusto.Fora outras canções até com mais de 100.000 acessos, como a linda Agonia de Oswaldo Montenegro.Coisas boas deviam ser do Brasil não patrimônio de quem quer que seja, e não escondidas de quem quer que seja. SUCESSO EM VIDA E SINCEROS PARABÉNS!Espero que este comentário não seja "vetado", pois construtivo e a favor do que é bom e de talentos NACIONAIS .Tudo de bom !