quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Memórias das telenovelas

São dez entrevistas, onde cada autor fala um pouco de seu processo de criação, do doce e do amargo no ofício de escrever novelas.

Muito bacana a iniciativa de registrar esses depoimentos.

18 comentários:

CARLOS CASTELLO BRANCO disse...

Eu quero Gloria! Como faço pra ter esse livro vivendo no exterior?...... Beijos Luiz Carlos Castello Branco.

CARLOS CASTELLO BRANCO disse...

Gloria eu gostaria muito um dia poder te conhecer pessoalmente... Um abraço de um dos seus milhares de fas que voce ja tem... e UM BOM DIA....... Luiz Carlos Castello Branco.

Renata Rocha disse...

Que bacana, mais um que com certeza vou querer ler. Ontem comecei a ler o livro Autores.

Anônimo disse...

Quero comprar o meu hoje! beijos, Marcello

Drago disse...

oi Gloria, nas ultimas novelas suas vc viajou por marrocos, estados unidos, india. Que tal, na proxima novela sua, viajar nao pelo espaco, mas sim viajar pelo tempo. Uma historia que se passe em 1974 e 2014 simultaneamente, com alguns personagens (com idades diferentes) que aparecem nas 2 epocas. seria legal ver o q se pensava ha 40 anos atras, sobre politica, costumes, moda, girias, ecologia(ja existia?), economia, preconceitos, etc. Bom, como noveleiro q sou, creio q seria interessante ver o q aconteceu com a vida e os sonhos dos personagens apos 40 anos.... valeu, Gloria, abracos.

Prescila Alves Pereira disse...

Olá Glória: quero um exemplar, pois sempre tive curiosidade sobre esse assunto. Como faço pra adquirir um?
Glória, foi maravilhosa essa sua idéia de abrir esse espeço, para que nós, pessoas anônimas pudessemos ter contato com pessoas públicas como vc e os atores que sempre visitam nossa casa através da tela da TV. Admiro você mulher, és uma grande novelista.
Te desejo um lindo e maravilhoso NATAL e que 2010 seja muito melhor que 0 2009. Ricas bençãos do Papai do Céu. Grande abraço e até a próxima se Deus assim quiser.

Patty Silveira Designs disse...

Nossa, que DEMAIS!!! Vou querer um!!!! E o livro que vc iria escrever sobre a Danny?

beijos

Bolivar: todos os assuntos disse...

Vou adorar comprar e ler esse livro sobre os autores, Glória. Aliás o outro "Autores - História de Teledramaturgia" foi uma das melhores publicações dos últimos tempos. Aproveito a oportunidade para desejar-te um excelente Natal e um Ano Novo cheio de Paz e Saúde! Que Deus lhe abençoe!

profpatricia disse...

Glória...gostaria de te pedir de todo coração...que para a próxima novela, se pudesse criar uma personagem cuja mãe perde uma filha ou filho, mostrando a dor intensa dessa mãe, com depoimentos...é difícil alcançarem nossa dor...pessoas que não sabem que é isso vivem em outro mundo, falam besteiras com intenção de consolar, e a reconstrução de vida dessa mãe...
Eu sou uma mãe que perdi uma filha adolescente... e minha vida é um calvário a cada dia...já pedi a Deus para me levar.
Pense nisso com carinho...suas novelas são excelentes meio de expressão...
Patrícia

zelia Boletini disse...

Querida Gloria, desde suas primeiras novelas acompanho seu trabalho e admiro sua maneira de encarar os problemas, mostrando maneiras de como enfrentá-los. Estive recentemente com cancer, passei por cirurgia abnominal e estou me recuperando bem. Apos o trauma da doença, passei por avaliação genética e descobri que a sua origem veio através de um avo paterno, imigrante italiano no inicio do século, este mesmo avo tinha várias familias, pois trabalhava como tropeiro, em vários estados brasileiros. A história de minha família é muito interessante e daria até uma novela que ficaria lindissima na sua autoria. Um grande abraço, saude, paz e realizações.
Sua fã Zelia.

Belisa Monteiro disse...

Dedicatória

(a você, Cara Glória)

Ah, doces palavras que brotam das idéias.
Nesse universo de prosa e versos.
Sendo que ali, no cantinho mais discreto da alma, fica a morada dos sonhos.
Sonhos que nos fazem (re)viver a cada dia.
Afinal o que seria viver, sem ao menos reler o mundo com nossos próprios olhos????
Querer é poder quando fazemos da vontade um grande desejo.
Uma força que pulsa, age no interior e irradia no olhar.
Quantas vezes nos chamam de malucos por se ter a ousadia de arriscar algo?
Prefiro ser Dom Quixote. Ou um anônimo andarilho que luta para superar seus próprios moinhos de vento.
O vento pode até andar contra nós, mas a esperança é a persistência da alma.
Pois desses moinhos... Desses sim emanam as verdadeiras vitórias.



Grande abraço. Deus te abençõe sempre.
De alguém que gosta e sonha escrever novelas, um dia!

Belisa(22 anos. Goiânia-GO)
www.belisamonteiro.blogspot.com

Anônimo disse...

Eu escrevo novelas e este livro seria maravilhoso. Gosto muito do seu trabalho e gostaria de conversar sobre isso. Meu e-mail é gpac.15@hotmail.com. Parabéns.
Bjs, Gustavo.

Anônimo disse...

Por que vc nunca fala da novela Carmem? Lucélia Santos deu vida a personagem de Bizet, adaptada por vc e lembro bem o enorme sucesso q foi essa novela...e a Lucélia, muito corajosa em trocar a globo pela manchete, prejudicando assim a própria carreira...E venho com a segunda pergunta: Por q vc nunca mais escreveu pra Lucélia? Na época, Lucélia fazia parte do primeiro time da globo e só mesmo uma atriz com personalidade forte e destemida como ela pra trocar o certo pelo duvidoso...e vc, deveria tê-la sempre em uma de suas novelas, já que a mesma foi a grande prejudicada nessa história toda!

Geraldo Ramos Junior disse...

Este livro é delicioso. Ganhei de Natal da minha melhor amiga e adivinha qual foi a primeira entrevista a ser lida? Claro que foi a sua. Abraços.

Jônatas Amaral disse...

ainda não tive a oportunidade de ler essa obra prima da literatura brasileira, masi espero poder um dia poder ler.
tenho uma paixão muito grande por todos esses autores, teria o prazer de fazer da esperiencias deles, ensinamentos para minha carreira.

Carlos Castello Branco. disse...

Oi eu fui ao Brasil estes dias!!! E comprei!!!!!!!!!! alem de lindo o livro parece ser bastante interesante!!!!! Beijos Carlos Castello Branco.

Gisele disse...

Eu quero !!! Como faço pra ter um ?
Bom final de semana pra vc .
Beijos.

Tania disse...

Querida Glória,há 7 meses assassinaram a minha filha e a Polícia age lentamente sem resultados consistentes.Ela saiu de casa as 7:40 para dar uma palestra na PUC e foi encontrada morta.O laudo confirma um crime bárbaro.Estamos realizando uma campanha há 30 dias ,mas continuamos sem respostas.
Espero contar com seu apoio , pois mais uma mãe clama por justiça!
taniamaraborges@gmail.com
62 33248765
Um grande abraço
Tânia Borges