domingo, 2 de novembro de 2008

Nossa equipe em Jaipur

Aí estão Marlene Moura, responsável pela caracterização dos atores, e o seu assistente, o Marajá Rubinho.

Vejam que beleza as oferendas aos deuses: todos os dias elas são renovadas, e estão presentes no hall de todos os hotéis.


11 comentários:

claufaria disse...

Olá Glória! Me chamo Cláudia, tenho 29 anos e sou mineira de Belo Horizonte.
Estou passando só pra dizer que te admiro muito, muito, muito mesmo! Desde sempre! Vc é exemplar! Por toda a força, coragem e luz que tem! Se um dia eu tiver a oportunidade de vê-la pessoalmente, quero lhe dizer isso.
Que Deus te proteja e te abençoe. Bjos!

Namastê disse...

Ohhh..Saudades do Rubinho/
Amei conhece-los...
Luz a todos da equipe trabalharam
muito bem....parabens///Deva Shakti

blanche disse...

Gloria que bela oportunidade para expor a intolerância religiosa que existe na India,na realidade o preconceito e a intolerância é o grande motivo pelo qual meus pais imigraram para o Brasil em 1968.Apesar de indianos,nós somos católicos(uma minoria) e somos muito discriminados,tratados como estrangeiros em nosso próprio país,por causa de nossos hábitos "ocidentais".Na realidade a intolerância religiosa é antiga e causa anualmente milhares de mortes na India.Atualmente não é o sistema de castas a maior causadora de discriminação porque esta está "fora de moda",os "dalits" enriqueceram no exterior e não aceitam mais o estigma de "inferiores".A maior discriminação agora é religiosa,houve uma certa transferência:hindús matam muçulmanos e vice-versa e hindús matam também cristãos.O ser humano é o mesmo no mundo inteiro apesar da grande diversidade de custumes,a motivação de tudo isso é sempre a detenção do poder(o domínio sobre os outros) e,é claro,o bem estar material;sistema de castas,religião,raça etc,etc,são subterfúgios.A India é uma colcha de retalhos,um verdadeiro mosaico de custumes,um país milenar de grande diversidade cultural;São Tomé,um dos doze apóstolos de Cristo,morreu e foi enterrado na India,Goa é uma ex-colonia portuguesa,onde as pessoas ainda falam o português,minha família foi convertida ao cristianismo possivelmente pela expansão inicial do cristianismo até o oriente(há dois mil anos!),desculpe a ousadia,mas falar apenas dos hindús é falar de apenas uma parcela da população indiana,se você quiser conhecer uma outra vivência,a dos verdadeiros discriminados,porfavor entre em contato comigo através do meu e-mail ou telefone,a Malika e o Daniel Berlinsky o possuem.Um grande abraço e boa sorte, estarei torcendo e curtindo,esse seu maravilhoso projeto.

Sme disse...

HOLA mi querida sra. Gloria, soy una admiradora de su trabajo, quede fasinada con el clon y ahora q se de la nueva tvnovela estoy mas q impactada ya q la cultura hindu es una de mis favoritas de verdad, yo viviria en la India sin dudarlo, quisiera saber si este nuevo trabajo tardara mucho en tranmitirse y a que paises seran premiados en tranmitirla, le mando mucho saludos y mis felicitaciones desde Mexico.

Anônimo disse...

Rubinho!!! adorei o estilo marajá!
bjs

Anônimo disse...

Marlene Moura é nota mil!
Saudades dela
abs
Claudia

egitoebrasil disse...

Olá Glória.. vi que vc faz indicações de alguns filmes indianos. Um que me tocou muito e foi distribuído no Brasil é "Em nome de família", o original é "The namesake". FAla sobre como as famílias imigrantes tentam passar seus costumes e hábitos para os filhos que crescem longe de sua terra (no caso do filme a Índia). Eu como casada com um egípcio e morando no Brasil, sempre penso neste dilema, e acho que pode ser um debate interessante para sua novela também. Gostaria de ver como isso seria representado na realidade brasileira! Beijos

Mandalas de Cor e Alma disse...

Oi Glória!!
Meu nome é Vanda Simão, amo pintar e estudar as mandalas. Estou no orkut como "Mandalas Vanda Simão". Gostaria q vc as visse.
Sucesso em sua nova novela.

João Paulo disse...

Olá Glória! Me chamo Alice e quero parabenizá-la por sua nova novela, que mesmo ainda não estando no ar, já é um sucesso!
Eu como fiel telespectadora de suas novelas, gostaria de lhe dizer que além da trama, cenografia, fotografia e artistas, admiro muito a trilha sonora, as quais coleciono. Gostaria de contribuir para a trilha sonora dessa próxima novela, apresentando a você o trabalho de um novo artista " João Paulo", que apesar de muito jovem, apenas 20 anos, tem uma sensibilidade impar!
Temos CD recém saído da prensa. Para conhecer o trabalho acesse, por favor o site www.joaopauloshow.com.br. No site você conseguirá ouvir as musicas de trabalho, se desejar posso lhe enviar um CD. Você poderá nos dar retorno através do link contato do site, que estará disponível a partir do dia 15 de novembro, nos transmitindo seu endereço para enviarmos o cd.
Um grande abraço, que Deus te ilumine sempre. Você nos traz alegria, cultura, e difundi o amor....sempre!

Profª Sandra Bose disse...

Quando estive em Jaipur para assistir a gravacao da novela conversei longamente com a Marlene e trocamos ate emails etc.
Expliquei-lhe diverasa coisas sobre a maquilagem indiana e ela foi bastante receptiva. Uma pessoa muito simpatica e agradavel.

Anônimo disse...

Gloria sinceramente, nao sei como vc tem estomago para lidar com a inpunidade e saber que os dois monstros estao soltos, eu mesma ja fui na pagina dele relembrando o que ele fez, pena que ele me bloqueou, porque se nao tivesse feito ia fazer ele recordar todos os dias da vida dele o crime que ele cometeu. e pior: ainda se faz de vitima. vc é certamente muito serena, porque se fosse comigo...nao sei nao, ele nao estaria aqui para contar historia nenhuma.