quinta-feira, 31 de julho de 2008

No Call Center


Vocês sabiam que quando ligam para os Estados Unidos para falar com um banco, marcar consultas médicas e vai por aí, geralmente estão sendo atendidos na Índia, ou em algum país do oriente? é a globalizaçao! Mas disso a gente fala outro dia.

Hoje quero dividir com vocês o mail que a Giovana acaba de mandar. Para quem esqueceu, a Gio faz parte de minha equipe de pesquisadoras. É jornalista, de São Bernardo do Campo, uma figuraça!

Gloria,
fomos a empresa de telemarketing (eu, Juliana Paes, Cacau Melho e Fernanda Kadlec), a (...). Foi ótimo! Aprendemos muito, Juliana ouviu um atendimento, conhecemos operadores, falamos sobre os dramas pessoais, romances, cantadas, truques! (...) Saímos de lá mais de meia-noite!!!
Envio em anexo uma foto do pessoal que nos atendeu por lá com as atrizes.

Aliás...vc sabia que meu primeiro emprego na vida foi como operadora de telemarketing??? Hohohoho

Beijos!

Gio

E eu que não sabia disso! Já viram que a Gio vai ter muito o que me ensinar!

segunda-feira, 28 de julho de 2008

Cricket: uma paixão indiana!

Herança dos tempos coloniais, o cricket, como o polo, é uma paixão nacional: nas ruas, nas praias, nas praças, por todo o canto encontramos crianças com seus tacos improvisados, curtindo o jogo.

COMPLEMENTANDO

A Mel manda pra gente o último comercial da NIKE na Índia, todo ele em cima dessa paixão do indiano pelo cricket. Vejam:



Não resisto a acrescentar um comentário: vejam a sutileza do comercial. Eles simplesmente associaram a NIKE a uma paixão nacional, sem necessidade de closes na marca, no tênis, como é usual entre nós. Segundo nos informa a Mel, o efeito foi imediato: o comercial virou uma febre em toda a Índia.

sábado, 26 de julho de 2008

Masculino/Feminino

Essa imagem do deus Shiva revela uma concepção do hinduísmo bem estranha ao pensamento ocidental: ele é, ao mesmo tempo, masculino e feminino. Como todos os deuses da Índia.

Para o hinduísmo, é da união cósmica entre o princípio masculino e a força sakti (feminino), que nasce tudo o que existe. De modo que nunca se pode dissociar um do outro.

Shiva é uma das manifestações de Brahma, na trindade hinduísta: Brahma cria o universo, como Vishnu o conserva, como Shiva o movimenta e destrói, para que nasça de novo.

Em Shiva, o bem e o mal, a luz e a escuridão, todos os opostos, se encontram e conciliam. Portanto, Sua representação feminina é Parvati (a mãe), que tem em Kali sua face destruidora.

quinta-feira, 24 de julho de 2008

Dubai: a arquitetura do futuro

Olhem só a ousadia de Dubai, onde vão estar passeando algumas das nossas personagens: essa torre é projeto de um arquiteto italiano, vai ter 420 metros de altura e fica pronta por volta de 2010!

Que beleza o contraste desse cenário futurista com a Índia milenar, não é?

quarta-feira, 23 de julho de 2008

Momento Saudade


Sete anos que meu pai foi embora. É dia de lembrar as macarronadas dos domingos, as noites em volta da mesa, quando ele tomava seu vinho (era louco por vinhos), falando de literatura, música, e recitando sonetos.

Ele nasceu no Acre, filho de dois imigrantes: minha vó Maria, uma napolitana que ficou viúva em Nova York e chegou ao Acre com os filhos desse primeiro casamento para juntar-se à mãe, que sei lá porque razão, tinha ido parar naquelas lonjuras deixando o resto da família em São Paulo, onde tinham aberto uma fábrica de macarrão no começo do século. E de meu vô Giuseppe, operário mecânico de San Marco Argentano, que imigrou para São Paulo e de lá fugiu, numa daquelas perseguições aos anarquistas. Vovô era anarquista juramentado. Um dia conto as histórias dele aqui. No Acre, os dois se encontraram, casaram, e aqui estou eu!

A vida era dura. Vovô trabalhava em seu ofício e minha avó fazia flores lindas para casamentos, coroas de mortos e procissões de igreja. Foi com essas encomendas que ela conseguiu mandar meu pai para Belém, onde ele se formou com o diploma que atormentava a mim e a meu irmão Saulo, porque devia servir de parâmetro para as nossas performances escolares: nota 10! Até que fomos ótimos alunos, mas não chegamos a tanto!

Ele morou em São Paulo muitos anos, foi juiz federal lá, antes de ser ministro do STR e do STJ. Adorava São Paulo, tinha São Paulo como a segunda terra -depois de Rio Branco, claro. Hoje ele dá nome ao Forum Social da 3a Região, ali no bairro da Liberdade. Sempre que vou a São Paulo eu passo por lá, para lembrar dele.

Saudade boa, pai!

segunda-feira, 21 de julho de 2008

Escrevendo novelas: a pesquisa

Tudo começa aqui, na pesquisa. Pelo menos para mim. Meu método é antropológico: se a novela vai retratar um universo, vou até ele, conhecer, sentir, conviver, sem intermediação de terceiros. Assim é com todos os temas que venham a ser abordados.

Depois desse primeiro momento, quando começo a escrever capítulos, o trabalho é levado adiante pelas pesquisadoras. Cada uma delas fica responsável por um dos temas, e segue mantendo contato com os grupos retratados.

Eu não tenho colaboradores, mas não saberia trabalhar sem minha equipe de pesquisadoras. Aí estão elas: Giovana Manfredi, Bianca Medeiros e Sandra Regina.

Uma coisa que considero essencial é aproximar os atores do universo que vão representar. Hoje foi dia de levar o Bruno Gagliasso no CPRJ, onde ele curtiu o ensaio da banda Harmonia Enlouquece, fez amizades e ouviu experiências fundamentais para a composição de sua personagem.



domingo, 20 de julho de 2008

sábado, 19 de julho de 2008

Celebrando Dercy!

Que vida bonita: 101 anos de lucidez, alegria, irreverência! Dercy bateu em preconceitos e desmascarou hipocrisias, enquanto fazia a gente rir. Mostrou que é possível ser séria sem perder o bom humor, e envelhecer sem perder o viço!
Viva Dercy!

sexta-feira, 18 de julho de 2008

O pai de Maya

Osmar Prado vive MANU, um comerciante espertíssimo, pai da protagonista MAYA

Visitando o Nise da Silveira

Ontem passamos a tarde no Engenho de Dentro, conhecendo o trabalho do pessoal do Nise da Silveira, visitando as moradias assistidas e curtindo o ensaio da banda Sistema Nervoso Alterado. Na foto acima, a sala da minha prima Sonia, psicóloga do Nise e idealizadora do projeto de papelaria.
Estamos na sala de informática, onde os usuários desenvolvem projetos e oferecem cursos. Pena que não dá para ver os computadores novos, todos comprados com a renda dos shows do projeto "Loucos por Música".

Tem gente muito talentosa aqui dentro: contistas, ilustradores. Esperem só pra ver o trabalho deles em Caminho das Índias!
Aqui, eu, Giovana Manfredi, e Aninha Lima, que vai fazer uma psicóloga na novela, sendo recebidas, com muito carinho e alegria, pelos internos do Nise.

quarta-feira, 16 de julho de 2008

Chanti vai aprontar!

Carolina Oliveira vive Chanti, em Caminho das Índias: uma adolescente indiana sendo preparada para o casamento e para fazer bonito na convivência com a família do futuro marido.

segunda-feira, 14 de julho de 2008

Choque de culturas

Ísis Valverde vive a brasileira que se apaixona e casa com o indiano interpretado pelo Caio Blat, em Caminho das Índias.

domingo, 13 de julho de 2008

Tempos de Kalyuga

Para o hinduísmo o tempo é cíclico, e o universo está constantemente se destruindo e reconstruindo. Cada uma dessas fases equivale a uma qualidade do deus Brahma: como Brahma ele cria o universo, como Vishnu o preserva, e como Shiva (em sua versão feminina, Kali), o destroi, para que possa ser reconstruído de novo

Na primeira idade (Krta Yuga) predomina a harmonia, a virtude e a perfeição: a ordem moral firma-se durante esse perídodo sobre as quatro pernas, como uma vaca sagrada.

Na Tetrã Yuga, a ordem moral começa a enfraquecer, e está sustentada apenas por três pernas

Na Dvãpara Yuga, a vaca da ordem ética sustenta-se apenas sobre duas pernas: a perfeição da ordem espiritual não rege mais a vida dos homens, predominam as paixões e a avidez pelos bens terrenos

E finalmente, a Kalyuga, a fase que vivemos hoje, que é a idade das trevas, os tempos da destruição. Encontrei aqui, na internet, algumas citações que descrevem esse período:

Matam-se os fetos e os heróis. Os serviçais querem assumir papéis intelectuais, os intelectuais, o dos serviçais. Os ladrões tornam-se reis e os reis, ladrões. As mulheres virtuosas são raras. A promiscuidade propaga-se. A estabilidade e o equilíbrio das castas e das idades da vida desaparecem. A terra não produz quase nada em certos lugares e muito em outros. Os poderosos apropriam-se do bem público e deixam de proteger o povo".

"Ninguém viverá mais a duração normal da vida, que é de cem anos. Os ritos perecerão nas mãos de homens sem virtudes. Pessoas praticando ritos transviados espalhar-se-ão por toda parte. Pessoas não qualificadas estudarão os textos sagrados e tornar-se-ão supostos peritos. Os homens matar-se-ão uns aos outros e matarão também as crianças, as mulheres e as vacas. Os sábios serão condenados à morte".

"Os homens concentrarão os seus interesses na aquisição, mesmo que seja desonesta, da riqueza. A riqueza substituirá vantajosamente a nobreza de origem, a virtude, o mérito".

Quando os ritos ensinados pelos textos tradicionais e as instituições estabelecidas pela lei estiverem prestes a desaparecer e estiver próximo o termo da idade obscura, uma parte do ser divino existente pela sua própria natureza espiritual segundo o caráter de Brahman, que é o princípio e o fim... descerá sobre a terra... Sobre a terra, restabelecerá a justiça: e as mentes dos que estiverem vivos no fim da idade obscura despertarão e adquirirão uma transparência cristalina. Os homens assim transformados sob a influência desta época especial constituirão quase uma semente de seres humanos e darão o nascimento a uma raça que seguirá as leis da idade primordial (krta yuga)".

sexta-feira, 11 de julho de 2008

Harmonia Enlouquece

Eu e a Giovana Manfredi, minha pesquisadora, passamos a tarde na Universidade Veiga de Almeida, ali na Tijuca, curtindo a apresentação do Harmonia Enlouquece. Aí está o Hamilton, vocalista do grupo, numa performance que arrebatou a platéia.


A próxima banda a se apresentar vai ser o Sistema Nervoso Alterado

Querem uma provinha?

quinta-feira, 10 de julho de 2008

Loucos por Música

Pois é.Dessa vez a campanha da novela vai ser pelo pessoal da saúde mental. Uma homenagem ao belo trabalho da dra. Nize da Silveira e de seus seguidores, empenhados em quebrar os preconceitos milenares que cercam a loucura, e em reintegrar, sempre que possível, os portadores desses "estágios diferentes do ser" ao convívio social.

As fotos foram tiradas nos camarins do Canecão, onde a banda Cancioneiros do IPUB se apresentou. Bruno Gagliasso, que vai fazer a personagem TARSO, portador de esquizofrenia e carro-chefe da campanha, estava lá. O que veste a camiseta do Loucos por Música é o Hamilton, vocalista e compositor do grupo Harmonia enlouquece

Eles todos também estão com a gente, à Caminho das Índias!

quarta-feira, 9 de julho de 2008

Aqui estão eles: os nossos protagonistas


Se o Marcio vier mesmo para a Globo, ninguém tasca, eu vi primeiro!

Adivinhem quem vem para estrelar????

Ele será BAHUAN, o "intocável" que vive um amor proibido com MAYA (Juliana Paes), moça de casta alta, que também será disputada por RAJ (Rodrigo Lombardi).

Vamos guardando as surprêsas de Caminho das Índias para ir contando aos poucos! só vou adiantar que ele é alguém que eu sempre quis ter no meu elenco. Até que enfim nos encontramos!

E se você não sabe o que é um "intocável" , leia nos links abaixo sobre o sistema de castas na Índia, para fazer idéia de quantas dificuldades e empecilhos esperam por MAYA e BAHUAN:

As castas na Índia


Dr Ambedkar, o pai dos intocáveis

terça-feira, 8 de julho de 2008

e nós? não vamos reagir?

Mais um pai em desespero, enterrando um filho. Agora uma criança de 3 anos, fuzilada por policiais que "confundiram" o carro onde ele ia, com a mãe e um irmãozinho, com o carro dos bandidos que perseguiam!

Semana passada quem estava na primeira página era Daniela Duque, mãe do rapaz assassinado por um PM que fazia a segurança do filho de uma promotora.

Semana retrasada eram as mães do morro da Providência, que tiveram os filhos entregues por soldados do exército brasileiro a traficantes.

Sem falar nas dezenas de outros assassinatos do gênero, que nem sequer chegam ao noticiário!

Logo, outro crime, tão pavoroso quanto, estará substituindo a morte do menino João Roberto nas manchetes do jornais. As autoridades virão a público, dirão frases de efeito, a população anestesiada vai demonstrar sua indignação nas mesas de bar, em roda de íntimos, e tudo continuará como antes no quartel d'Abrantes!

A verdade é que perdemos a capacidade de nos indignar! de reagir!

E nesses tempos ferozes, nada melhor que lembrar a doce figura do profeta Gentileza, aquela personagem bíblica que vagava pela cidade, distribuindo flores e pregando o amor como remédio para todos os males: "gentileza gera gentileza", ensinava o profeta.

Será mesmo que o louco era ele?



sábado, 5 de julho de 2008

Tony Ramos a Caminho das Índias!

O convite para viver um indiano orgulhoso, ferrenho defensor do sistema de castas, instigou o Tony, e ele estará conosco nessa viagem mística e mágica pela velha Índia. Acabamos de nos falar por telefone:

"Não tenhamos medo: mergulhemos! - ele disse, animado!

Eu também só acredito assim, Tony: mergulhemos!

Rodrigo Lombardi: preparação intensiva

Essa semana Rodrigo Lombardi começa a se reparar intensivamente para viver RAJ, o protagonista de Caminho das Índias. E vai ser matriculado numa aula de polo. Já perguntei a ele se sabe montar a cavalo: não é nenhum especialista, mas sabe. É um bom começo!

Como todo indiano, RAJ é louco pelo jogo de polo, paixão que a Índia herdou dos tempos coloniais, quando esteve sob o domínio da Inglaterra. E é assim que vocês o verão na telinha a partir de janeiro: disputando partidas desse belíssimo jogo:

quinta-feira, 3 de julho de 2008

quarta-feira, 2 de julho de 2008

Os protagonistas de Caminho das Índias


Aí estão eles: Juliana Paes e Rodrigo Lombardi.

Agora eles começam a se preparar para o mergulho nessa cultura tão complexa e diferente da nossa: vão se ambientar com os figurinos, os costumes, aprender as danças, a prosódia, os mantras, os rituais, tudo o que compõe esse universo mágico, místico e colorido que estamos trazendo para a telinha a partir desse próximo janeiro.