sexta-feira, 4 de janeiro de 2008

2008

Esta fotografia eu tirei nesse final de ano, observando a multidão começar a se juntar, enfrentando a chuva, para esperar a parada iluminada passar.

Fico pensando nesse clima de euforia que toma conta das pessoas no final do ano: ano novo, vida nova, projetos, perspectivas, esperanças renovadas. 

É preciso ter esperanças. Que seria  se a humanidade não conseguisse sonhar que é possível construir um mundo melhor? um país viável para deixar de herança para os nossos filhos e para os nossos netos? certamente ainda estaríamos no tempo das cavernas.

Nós aqui no Brasil vivemos de maneira bonita essa espécie de ritual de renovação da esperança, dos sonhos que movem o mundo, que é a passagem do ano.  Mas quando chega a hora de mover o mundo -o nosso país, bem entendido-, a multidão se dispersa, a irmandade se desfaz.

O ano começou reafirmando os velhos problemas: Paulinho da Viola entregando o carro a assaltantes armados, Helena Ranaldi conseguindo escapar, num carro blindado, debaixo de tiros da ação de bandidos, o filho de Lidio Toledo e a mulher baleados e em estado grave... isso só pra falar de gente que a gente conhece, pelo menos de nome. 

Teve também a visita do governador ao hospital público, onde faltavam médicos e equipamentos, e se podia ver a revolta e o sofrimento dos pacientes, entregues à própria sorte!

A festa do reveillon de 2009 certamente será tão bonita e bem cuidada quanto a de 2008. 
Mas nosso sonho de consumo é esperar que as reportagens não sejam as mesmas: que realmente tomem medidas práticas e urgentes contra a violência, e que haja o devido investimento na área da saúde.

Melhor do que os fogos, melhor do que qualquer festa, seria poder assistir uma visita das autoridades a um hospital inteiramente reformulado, onde os pacientes pudessem testemunhar o bom atendimento, e que nos jornais não predominassem, sobre todas as notícias boas, as fotografias de pais e mães, chorando os filhos mortos.

Que 2008 seja o ano em que esse sonho de todos nós se torne possível!

10 comentários:

Odele Souza disse...

Gloria,
Esperança, como viver sem ela...?
A cada ano que passa e mesmo a cada novo dia o ser humano demonstra esta incrível capacidade que temos de manter viva a esperança. Apesar de tudo.
Um bom 2008 pra você.

Anônimo disse...

Saudade é como uma fome que não passa. – Dei uma mudadinha no final da frase da Clarice Lispector para melhor exprimir o que todos nós sentimos. ( Acho que não a estraguei).
E para lembrar esses 15 anos, só tenho mais uma coisa a dizer:
Glória, Daniella!
Sabe o que quer dizer gloria?
Pessoa famosa, célebre; celebridade, honra, orgulho, magnificência, prestígio, brilho, esplendor.

edson disse...

Gloria em primeiro lugar feliz ano novo de paz e saude pra voce e sua familia.Concordo com voce que seria muito mais alegre a gente receber noticias boas em 2008 como visitas de governantes em hospitais pra verem o caos que anda a saude do nosso povo tao sofrido,que sofre com fome,com violencia e muita injustiça, enquanto os envolvidos no mensalao sao absolvidos e os assassinos da DANI estao nas ruas. Acho isso um absurdo enquanto eles levam a vida normal nos sentimos o gosto amargo da impunidade,ficamos com a saudade de nossos entes queridos que partiram sem querer,aqui eles conseguem fugir da justiça do homem,mas da justiça divina nao...Gloria feliz 2008,obrigado por voce postar as mensagens de seus fãs...um abraço.

Magaly disse...

Glória,obrigada por escrever o que nós realmente precisamos,voce conseguiu colocar de maneira simples e direta o que esperamos dos nossos governantes pois do jeito que está não conseguiremos sobreviver.

Ivy disse...

Escritora querida do coração,eu acredito no que você escreve pois você passa pra gente a Esperança daqueles que foram testados até o limite e mesmo assim seguem acreditando, e convidando os outros a acreditar também.;-)
________________
Estou hoje postando pela primeira vez neste seu espaço,agora acho que vou virar freguesa!:-)
Abraço,
Ivana;-)

well disse...

Tenho um filho, e em certas ocasiões – para não gastar – eu o beijo e digo: Eu te adoro e te amo muito, você sabe disso, não sabe? Ele responde que sim com a cabeça, sorri, olho brilhante, feliz.
Esse filho querido quando me pergunta do que eu tenho medo, respondo que só de uma coisa, mas nunca disse a ele o que é – para não atrair.
Mas você sabe!
E todos os pais sabem do que a gente tem mais medo.
Por isso que eu te admiro. Você é rocha.
Você soube se levantar e seguir em frente, não se deixou abater, nem se levar por sentimentos ruins, e quando procurou por justiça e não a encontrou, lutou por ela, para que as coisas mudassem.
Seja feliz, Glória! Em 2008, 2009, 2010... até ficar com uma bengala na mão e os cabelos bem branquinhos.

Anônimo disse...

Oi, Glória. Tudo bem?!
Glória, eu não vou revelar meu nome aqui, nem onde moro, mas ja deixo o meu e-mail [jovem.menino@hotmail.com]. Gostaria de lhe contar uma historia um tanto quanto triste, porém aos poucos tenho me deparado com situações bem parecidas com essa que vivi e vivo. Seria uma longa história, com detalhes e por isso, gostaria de pedir o seu e-mail para que eu possa contar tudo. Coisas como essas, que aconteceram comigo, devem ir pra tv, pra mostrar à população, a realidade! Pensei em você para dividir este fato ocorrido na minha vida, por você esta sempre explorando a realidade do cotidiano.
Gostaria muito de ter um contato com você, mesmo.

Um grande abraço, querida escritora.

Hélio Pimentel disse...

E os projetos para 2008? Nenhuma dica?

andre bastos disse...

Oi Glória, tudo bem? Sou um grande fã do seu trabalho e um enorme admirador da sua pessoa! Também sou apaixonado por teledramaturgia e tenho até algumas sinópses de algumas novelas q tenho certeza que seria um grande sucesso. Só não sei como fazê-las chegar até a tv, gostaria de um conselho seu de como eu posso comessar. Desde já muito obrigado! E muito mais sucesso na sua vida! Te adoro!

Daniel Carfa disse...

Oi Glória. Não se vai lembrar de mim... Sou o Daniel, estive na sua casa no dia do reveillón com o Marco Simões. Sou ator. E hoje descobri que você tem um blog. Lindo!!! E com material lindo sobre a Índia. Acho esse universo SAGRADO! Beijos e boas sortes... Espero um dia trabalhar com você!!! PAZ E ALEGRIA!!!