quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

João Helio


Hoje foram julgados os assassinos do João Helio, aquele menino lindo, de 6 anos de idade, que os criminosos que roubaram o carro onde ele voltava com a mãe de um culto religioso,  não tiveram paciência de deixar que ela o soltasse do cinto de segurança, e o arrastaram por 7 kilômetros,  indiferentes aos gritos e aos avisos de motoristas e pedestres. 

As penas parecem altas -44, 39, 30 anos-  mas quando aplicada a elas a matemática da justiça brasileira, conclui-se que a barbaridade cometida contra essa criança e contra essa familia, vai dar em quase nada:

todas as penas foram superiores a 30 anos, o que garante aos criminosos o direito a um segundo julgamento.  Basta que tenham advogado para requerer o benefício. Até que se chegue ao segundo julgamento, os assassinos vão ter direito a responder em liberdade.

E mesmo que as sentenças sejam confirmadas, a lei não permite que ninguém fique preso mais de 30 anos. Logo, 1/6 da pena cumprida, todos já terão direito aos benefícios: prisão semi-aberta, condicionais, etc etc etc. 

É o que vale uma vida humana entre nós: 5 anos de cadeia! é o que vale, para o estado brasileiro a vida de João Helio, a dor da Rosa e do Elson. Não é a toa que os bandidos estejam achando barato!

17 comentários:

well disse...

Tão grande quanto a dor da perda é a dor da impunidade.
Infelizmente vivemos num mundo onde as pessoas estão anestesiadas com tanta besteira, que se esquecem das coisas realmente importantes.
Vamos acordar!

Ivonete Silveira disse...

E ainda comendo e bebendo às custas do Estado, digo, às custas do cidadão honesto e trabalhador que está na cadeia pelo lado de fora, mas sentindo-se mais aprisionado e impotente que os próprios assassinos.

Will disse...

Essa lei que diz que os bandidos só devem ficar presos por, no máximo, 30 anos é ridícula. Com isso os nosso políticos de brasília não se preocupam, eles só tem olhos para criticar novelas, fazer a censura prévia. Pra eles, a ficção é mais importante do que a realidade. Ridículo, nada mais ridículo...

edson disse...

Gloria querida como esta as nossas leis ne? eu trabalho , vc trabalha o cidadao de bem trabalha pra sustentar esse vagabundos na cadeia, o joao uma criança linda nao teve a chance de descer do carro por causa da pressa desses marginais que acabaram com a vida do anjinho, isso nao doi so no pai e na mae, doi em nos todos o gosto amargo da impunidade, bom voce sentiu a injustiça na sua vida ne?Minha ultima viagem ao rio no dia 11/01/08 reservei um hotel em copacabana, quando me falaram que o predio da frente era o da assassina paula, gloria senti tanto nojo que cancelei a reserva e mudei de hotel, eu nao admito ter que conviver diante de bandidos, desculpe o desabafo, nao aguento mais essas leis...Gloria felicidades.

elisabete do encanto disse...

Gloria

Perder um filho deve ser a maior dor que uma mae deve sentir , e isso nunca deve cicatrizar. Esses monstros deveriam morrer um a um, sao seres sem volta na sociedade.
Quando vejo coisas assim acontecerem, confesso ser a favor da PENA DE MORTE!

Minha linda vem pro carnaval da BAHIA SE DIVERTIR!
BEIJOS BAIANOS!

Posso mandar para vc textos otimos garimpados na Internet sobre a India?
Se puder me manda seu email, ok?

ॐRose disse...

Oi Glória!!!
É horrível saber que o nosso país possui leis tão injustas, que favorecem mais os assassinos, bandidos que as vítimas, inocentes...
Mas eu "ainda" tenho esperança que isto mude algum dia.
Mudando de assunto...
Fiquei super contente em saber que em seu próximo trabalho estarão presentes assuntos ligados à cultura indiana... Eu sempre tive muito interesse sobre este país.
Bjs!!!

Sonia H. disse...

Oi, Gloria,
É revoltante sim. É doloroso demais. Estamos totalmente reféns dos bandidos e a justiça só é justa para os bandidos. Para nós que pagamos nossos impostos certinhos, só há injustiças. Sinceramente, às vezes é difícil ter esperança nesse Brasil que é tão lindo por natureza, mas que está carente de tanta coisa, né: justiça, educação, paz, nosso direito de ir e vir entre tantos outros. No caso do João Hélio, se os assassinos cumprissem a pena totalmente,poderíamos pensar em justiça, mas como você bem disse, isso não acontecerá. Infelizmente.
Abraços,
Sonia Horn

Kenia Mello disse...

Ah, Glória, nem me fale!
Quando vi as sentenças, pensei a mesma coisa: vai sair muito barato pras essas bestas-feras!

Ver um filho reduzido a uma estatística é coisa pra levar qualquer pai/mãe à loucura.

Até quando, hein?

Beijo.

Hélio Pimentel disse...

O que escrevi no meu blog vai nessa mesma direção. A "punição exemplar" que se vê nos jornais de hoje não passa de mais um engodo.

elisabete cunha disse...

Gloria

Desculpe a ousadia ,mas mandei alguns textos sobre a India para seu email. Espero ue seja util.

Um carinho sincero!

Anônimo disse...

È uma vergonha,vão falar que precisamos mudar o codigo civel e nada acontece.Precisamos fazer uma lista e colher assinaturas agora,reforma já,não da mais para esperar.O que acha da ideia?

ana disse...

Eh, Gloria... simplesmente uma vergonha nosso sistema judiciario. Corrupto, moroso e acima de tudo, injusto. Nada eh capaz de amenizar a dor de uma perda forcada como essa. Mas imaginar que sujeitos que borraram a historia de uma familia vao passar por uma prisao (se nao fugirem antes, eh claro) por apenas 5/6 anos eh muito frustrante. Triste saber q nossas leis ao inves de servirem como exemplo de punicao para outros jovens servem como incentivo. Por que nao roubar, matar, enfim, serem os monstros q sao se nao precisam nem prestar contas a sociedade por isso ? Em poucos anos, podem voltar suas atividades normais... e quem sabe ate consituirem familias (muito provavel com animais similares, eh claro - mas enfim, vao ter a possibilidade de fazer aquilo q um dia negaram a um outro ser humano).
Triste estudar 5 anos um curso de direito e saber q no nosso pais, leis nao sao levadas a serio e nao servem seu proposito maior :( Triste saber q enquanto nada mudar crimes como esse vao continuar a acontecer. Quantas Daniellas, Joao Helios, Lidios, Gabrielas, Lianas e tantos outros mais... vao ser necessarios pra que mudemos algo? Enqto nos exilamos em nossas casas ou ate mesmo em outros paises com medo de sairmos nas ruas, Champinhas, Guilhermes e Paulas continuam por ai a solta. Ate qdo ?
Beijo enorme,
Ana.

magaly disse...

Essa anonima ai sou eu,Magaly

Odele Souza disse...

É assim a nossa injusta justiça Gloria, que acaba por beneficiar réus e punir as vítimas, numa cruel inversão de valores. Somos mesmo os órfãos da lei.
Um beijo.

Ivana disse...

Os responsáveis pelo crime vão ficar presos menos tempo do que o menino João Hélio viveu.
Essa é boa, hein...
Glória, abraço para você;-)

Anônimo disse...

Oi gloria gostaria que vc abordase na sua novela a questao da maior idade em relacao ao crime no brasil. mutos se beneficiam da lei que protegem os menores de idade. assim meninos de 17 anos as vezes influenciados por maiores cometem crimes barbaros. isso acontece muito em periferias de cidades grandes brasileiras assim tambem como nos centros de capitais populosas. Moro nos estados unidos e como vc deve saber nao existe lei aqui que beneficia os tais dimemores como sao chamados ai.. um forte abra'co.

Marcio disse...

Oi Gloria. Admiro muito o seu trabalho, acho vc uma mulher forte, que ja passou por varias coisas nessa vida. ja imaginei vc entrando na area politica do nosso brasil.Ocupando um cargo maximo mudando as leis absurdas desse lugar tao belo mais cheio de corrupção, diferenca social. De que adianta ser rico viver bem em um brasil onde milhoes de pessoas vivem em nivel de miseria. Onde a justica demora anos pra ser julgada. A imagem do brasil no exterior 'e um lugar de ferias sol e as vezes turismo sexual. Vejo gloria perez uma mulher de garra ocupando esse cargo de presidencia da republica, se vc se canditatasse teria o meu voto. Enquanto isso nao acontece vale apena sonhar.. nao custa nada. Um grande beijo ;)