sábado, 26 de janeiro de 2008

casamentos à indiana

Pouco tempo atrás, todo mundo viu nos telejornais a notícia do casamento do indiano Kumar com a cadelinha Selvi, no templo de Ganesh, em Manamadurai Os noticiários mostravam a cena sublinhando o bizarro, mas não explicavam seu significado dentro da cultura indiana.

Andei pesquisando o assunto e encontrei coisas muito interessantes -aliás, quanto mais a gente mergulha na cultura da Índia mais coisas interessantes encontra. E olha que ainda nem pisei lá.

Aprendi que o casamento de humanos com cachorros é uma herança tribal, e tem uma função: proteger a pessoa, afastar algum mal que esteja presente, ou que possa vir a estar presente em sua vida

No caso de Kumar, quando tinha 18 anos, ele sacrificou dois cachorros com requintes de crueldade. Hoje, depois de um derrame, tornou-se deficiente físico, e atribui tudo o que lhe aconteceu de ruim à maldição que o acompanha em consequência da crueldade praticada contra os dois animais. Um astrólogo foi consultado e recomendou o casamento como expiação necessária para o alívio de seu karma

No caso da menina Karmoni Hasda, de 9 anos de idade, que também se casou com um cachorro, a motivação foi outra. Sandra Bose conta no Indiagestão:

Vocês já sabem que 99% dos casamentos na Índia são arranjados. Antes de se casarem, os pais dos noivos vão a um “astrólogo” que dirá se o casal é compatível ou não.
No caso dessa menina de 9 anos, o “astrólogo” disse que seu primeiro marido iria morrer logo, então casaram-na com um cachorro, assim o cachorro morre e a garota pode então casar-se com um ser humano.
Não se esqueçam que casamento de viuva ainda é um grande tabu aqui, mas se a viuva for de um cachorro, então, sem problemas!


Outro caso é o do menino Samir Mudiya, de 5 anos, também casado com um cão, como se vê na foto. O casamento, segundo o sacerdote que o realizou, terá o poder de salvaguarda-lo de todo o mal.
Voltando ao Indiagestão, também aprendi com a Sandra que, segundo a tradição local, se o primeiro dente de uma criança sai na gengiva superior, ela corre um grave perigo que só pode ser evitado pelo matrimônio com o melhor amigo do homem.

8 comentários:

Anônimo disse...

Querida Gloria, uma viagem à Índia, seria um enorme presente a ti!Mas um porém, presente maior teríamos nós que ganharíamos com "inúmeras novidades", quem sabe uma minissérie! Beijos, Eliana - Mogi Guaçu -SP.

well disse...

Glória, gostaria de pedir desculpas por não ter me mostrado antes. Sou novo em internet, não mexo muito, tô errado. Logo eu, que não consigo falar com ninguém sem olhar nos olhos. É no mínimo uma deselegância.
Acredito que todo momento de criação seja sagrado e por isso tem que ser respeitado. Quem não pode ajudar, não atrapalhe.
Não consigo conceber a idéia de uma novela (atores, diretores, egos, público, ibope, malucos, fofocas). Só mesmo a nossa grande Dama do Horário Nobre.
Por isso é legal saber que muitos aqui do blog estão, se não ajudando, torcendo.
Sucesso? Alguém duvida?
Sobre a Índia: barrigas de aluguel, eunucos, casamento com cachorro...
Bom esse lugar, não é? Perfeito para os adoradores de vacas.

Angela disse...

Oi Gl�ria
Descobri o seu blog atrav�s do Sindrome de Estocolmo e desde ent�o sou leitora. Nem preciso dizer que suas novelas s�o �timas !Quando vi o post sobre a nova novela ser focada na India, eu vibrei, j� quis logo te indicar o Indiagest�o , entrei para a sua Comunidade no Orkut e tenho acompanhado tamb�m suas postagens na Brasileiros na India.Estou mais sua f� pelo quanto estou vendo que voc� � simp�tica, educada com todos e simples, sem nenhum estrelismo, por isso tão querida, respeitada e admirada.

Fico contente que a indicação do blog da Sandra valeu.Acho que não tem uma faceta da vida na India que ela ainda não tenha escrito.

Estou louca para ver as suas impressões, quando pisar lá... se prepara, porque o país e o povo são apaixonantes e com a sua sensibilidade, você vai captar todas as nuanças para a novela ser um sucesso !

Um grande beijo
Fica na Luz

edson disse...

Gloria esse seu blog esta me deixando cada vez mais curioso e encantado com a India,a cada postagem sua me surpeendo com a riqueza de culturas que se tem por la,imagina quando voce for ate a India que riqueza de material ira trazer...Nao vejo a hora de ver tudo isso no folhetim... um abraço...

Paulo Ascenção. disse...

Glória,
Cultura é algo que não se discute, apenas aprendemos e conhecemos, esse tipo de crença, principalmente no caso do Karma é algo fascinante.
Pensar que a vaca é um animal sagrado na Índia e é adorada durante certas festas religiosas, e isso é relacionado com um antigo culto da fertilidade;
Um povo tão antigo e ao mesmo tempo tão diferente dos outros. Magnífico.
Paulo Ascenção.

Profª Sandra Bose disse...

No Indiagestao tb tem o casamento com cobra e com cabra, esta tudo la no blog mas sao postagens antigas...

Anônimo disse...

DESCAMINHO DAS ÍNDIAS OU
O INDIANO QUE CASOU COM UMA CACHORRA

Autores: Antônio Klévisson e Arievaldo Viana

Oh! Deus, pai celestial
A nossa terra socorra,
Esse mundo está pior
Do que Sodoma e Gomorra,
No decorrer deste ano
Um magro e feio indiano
Casou-se com uma cachorra.

Eu quando li tal notícia
Não queria acreditar
Porém o caso é verídico
Eu sei até o lugar
Da minha mente não sai
Foi em Manamadurai
O noivo é Selva Kumar.

Li o caso nos jornais
Guardei até o recorte,
Kumar agiu desse modo
Pra se livrar da má sorte,
Resolveu casar-se ali
Com a cadela Selvi
Eis o nome da consorte.

Ou será falta de sorte
Daquele pobre animal?
Eu vi a foto dos dois
Estampada no jornal
Todos em tom de mangofa
Sorriam, faziam mofa,
Daquele jovem casal.

Para que o leitor entenda
Preciso fazer um prólogo,
Pois Selva Kumar seguiu
O conselho de um astrólogo
Para uma culpa expiar...
Mesmo não vai procriar
Garantiu-me um sexólogo.

Esse rapaz quando jovem
Um grande mal praticou
Dois cachorros inocentes
Numa praça apedrejou
Por causa desse pecado
Kumar ficou aleijado
E depois disso cegou.

Um astrólogo consultou
Dizendo então: - Me socorra!
Fiquei cego e aleijado,
Isso é que ser uma porra!
Disse o Astrólogo: - Kumar
Tu vais ter que se casar
Com uma bela cachorra!

- Para expiar teus pecados
Eu encontrei uma brecha,
Vai urgente para as ruas
Ligeiro como uma flecha
Uma cadela buscar
Para com ela casar
No templo do deus Ganesha.

Assim fez o indiano
Saiu logo em disparada
Encontrou uma cadela
Jovem, bonita e prendada
Que estava se coçando
Catando pulga e matando
No batente da calçada.

CORDEL COM A CORDA TODA disse...

COMPREM O CORDEL DOS POETAS KLÉVISSON VIANA E ARIEVALDO VIANA COM O TEXTO COMPLETO "DESCAMINHOS DAS ÍNDIAS ou O INDIANO QUE CASOU COM UMA CACHORRA" PELO E-MAIL:
tupynanquim_editora@ibest.com.br