domingo, 30 de março de 2008

profissão? pesador

Por 100 rupees, que equivalem a quase 5 reais, você sobe nessa balança e fica sabendo seu peso.

4 comentários:

Gleiciely disse...

Gostaria de dizer que admiro muito o seu trabalho e embora tenha deixado o Brasil a alguns anos não deixo de acompanhar seu trabalho. Confesso que foi com enorme alegria que recebi a noticia da sua nova novela sobre a India. Tenho um amor enorme pelo povo e pela cultura indiana. Moro em Portugal e aqui temos uma comunidade indiana muito grande. Acresce ao facto de importantes cidades indianas terem sido colonizadas por portugueses, como Goa, Damão e Diu.
Foi esta colonização que inspirou um autor portugues a escrever uma novela com com bases na India. Mas esta tem a sua sede em Goa. Acompanho sempre que posso, pois tem cenários lindissimos. Mas, para mim nada como esperar pela sua novela.
Devo confessar que embora todos os meus colegas de faculdade reclamem, porque acham estranho o meu gosto por novela ... acham que não é cultura, em nada acrescenta. Acho que pelo contrario, vi America e acho que ajudou muito a compreender a imigração na America.
O clone foi um impulso p visitar Marrocos, fiz o roteiro da novela e simplesmente amei!!
Obrigado por compartilhar conosco fotos tão lindas e momentos tão marcantes!!
Parabéns pelo seu trabalho, por mostrar aos mundo um pouco mais do que o Brasil tem de bom!
Por ser pela cultura brasileira!!!
Grata Gleiciely!

edson disse...

Essa india tem de tudo ne? Aqui no Brasil esse pesador iria ganhar dinheiro,o que tem de gente preocupado com o peso.Gloria fico muito feliz de ter a oportunidade de escrever em seu blog, te admiro de longos anos pelo seu trabalho e sua historia de vida, voce e uma guerreira, defende nossa sociedade,que hoje vive no caos da injustiça...Parabens por voce ser essa pessoa tao influente aqui no brasil...

Renata Rocha disse...

Nossa, é cada profissão esquisita!
Pesador, limpador de orelhas...

:)

cs_fernanda disse...

Gloria acho que voces pagaram preco para estrangeiro se pesar:-( Em Varanasi meu marido que eh indiano pagou duas rupias em janeiro desse ano. Eu como pareco indiana se nao abro a boca pago o mesmo preco, mas quando eles falam comigo e percebem meu sotaque os precos sao sempre mais altos!