sexta-feira, 7 de março de 2008

Shiva, a dança do cosmo



À primeira vista a gente tem a impressão de que a Índia tem milhares de deuses. Não é simples assim: é que Deus (Brahma), se expressa sob várias formas, masculinas e femininas, inclusive. Cada um desses avatares revela uma qualidade, um estado de Brahma.

Simplificando muito: Brahma é o absoluto, o início, o meio e o fim, o UNO e o TUDO. Tudo é vida, porque tudo é Brahma.

Vishnu mantém o equilíbrio do universo, e de tempos em tempos vem ao mundo, encarnado sob figura humana, para salvá-lo do caos, da autodestruição. Jesus e Buda, por exemplo, seriam duas das encarnações de Vishnu.

Shiva, o terceiro da trindade, que vemos na escultura acima, é o destruidor e o transformador. Nessa representação, cercado pelo fogo que purifica e renova, ele dança o cosmo, e sua dança representa o eterno movimento do universo. 

Dança pisando numa figura que representa o nosso ego, o "eu"pequeno, que devemos vencer para nos libertarmos da samsara, a roda das encarnações, e nos unirmos a Brahma. 

Cada um de seus braços tem um significado. Achei essa descrição bem simples, que repasso a vocês:

O primeiro braço, com a palma à frente, quer dizer: "Não vos atemorizeis com a mensagem terrível que vos trago, pois também apresento a solução".

O segundo braço segura um pequeno tambor em forma de ampulheta (damaru), que marca o ritmo cósmico e o fluir do tempo: "Tudo no universo segue um ritmo, e está sujeito a uma ordem temporal. O tambor representa também o som através do qual o universo foi criado.

Com o terceiro braço, o que segura as línguas de fogo, Shiva diz: "Aproxima-se o tempo de destruir o que se construiu, para se completar o ciclo da criação. Assim como no passado o mundo antigo acabou-se pelas águas de um dilúvio, agora ele será destruído pelo fogo". Os fachos de fogo ao redor da figura carregam a seguinte mensagem: "A redondeza da Terra será queimada pelo fogo".

O quarto braço apresenta a salvação, ao apontar para o pé levantado, querendo dizer: "O homem não deve atender às solicitações das suas más inclinações, de suas más paixões, dos instintos bestiais, oriundos da sua natureza animal, inferior, e sim seguir sua natureza superior, espiritual: deve abster-se do ódio, dos vícios, dos excessos, obter o autocontrole.

Seu pé esquerdo erguido mostra-nos que podemos elevar-nos e atingir salvação. Salvação é auto-elevação Salvation = self elevation

8 comentários:

Renato disse...

Que interessantíssimo isso!

Renato

Cintia disse...

Olá Gloria
Soube que Vera Ficher participará da sua próxima novela, estava pensando, não seria interessante escalar Grazi Massafera filha de Vera na trama? Daria pra discutir aquele velho problema de vaidade entre mãe e filha, a mãe que quer ser igual a filha, se vestir igual a filha, enfim...

Daniele disse...

Oi Glória
Dia 06.03 foi noite de SHIVA.
SHIVARATRI,O nome significa "A noite de Shiva". A cerimônia tem lugar à noite. Este é um festival observado em honra ao Senhor Shiva.Shiva casou-e com Parvati neste dia.
As pessoas observam estrito jejum neste dia. Alguns devotos nem mesmo bebem uma gota d´água sequer. Eles mantêm a vigília durante a noite. O Shiva Lingam é adorado durante a noite, lavando-O a cada três horas com leite, coalhada, mel, água de rosas, etc., enquanto se canta o Mantra: Om Namah Shivaya continuamente. Oferendas de folhas de Bael são feitas para o Lingam. As folhas de Bael são muito sagradas, e é dito que Laskshmi mora dentro delas. Aquele que entoa os Nomes de Shiva durante o Shivaratri, com perfeita devoção e concentração, fica livre de todo os pecados; ele alcança a morada de Shiva, e viverá feliz lá. Ele será liberado da roda de nascimentos e mortes. Muitos peregrinos afluem aos locais onde Shiva é adorado nesta data.
Beijos ...Namaste...Dani..

Daniele disse...

Oi Glória
Dia 06.03 foi noite de SHIVA.
SHIVARATRI,O nome significa "A noite de Shiva". A cerimônia tem lugar à noite. Este é um festival observado em honra ao Senhor Shiva.Shiva casou-e com Parvati neste dia.
As pessoas observam estrito jejum neste dia. Alguns devotos nem mesmo bebem uma gota d´água sequer. Eles mantêm a vigília durante a noite. O Shiva Lingam é adorado durante a noite, lavando-O a cada três horas com leite, coalhada, mel, água de rosas, etc., enquanto se canta o Mantra: Om Namah Shivaya continuamente. Oferendas de folhas de Bael são feitas para o Lingam. As folhas de Bael são muito sagradas, e é dito que Laskshmi mora dentro delas. Aquele que entoa os Nomes de Shiva durante o Shivaratri, com perfeita devoção e concentração, fica livre de todo os pecados; ele alcança a morada de Shiva, e viverá feliz lá. Ele será liberado da roda de nascimentos e mortes. Muitos peregrinos afluem aos locais onde Shiva é adorado nesta data.
Beijos ...Namaste...Dani..

well disse...

Agora você está entendendo porque a Índia é tão perturbadora. Tudo é cheio de nuances e lindo. Precisaríamos de vidas para entendermos sua complexidade. Mas as mulheres também são assim.
Mulheres, Índia.
Que bom que nos instigam.

andre_c_r disse...

Olá Glória!

Fiquei muito feliz com a escolha do tema para a sua próxima novela. A Índia é um país fascinante, possui uma cultura riquíssima e tradições milenares!

Eu também gostaria de sugerir a presença de Grazi Massafera no elenco. Um menina talentosa que certamente terá muito a oferecer à trama. Grazi não tem medo de desafios, e certamente já provou que é mais do que um rostinho bonito na TV. Gostaria de vê-la em um papel desafiador, que fugisse completamente do esteriótipo "menina do interior". Sei que é difícil escalá-la como protagonista devido à sua aparência, mas ficarei muito feliz de Grazi ganhar um papel de destaque em sua novela.

Abraços !

andre_c_r disse...

Glória, um tema que deveria ser abordado em sua novela é a exploração sexual de mulheres na Índia. No país existem redes especializadas no tráfico e na escravização de milhares de meninas indianas ou não.

Aproveitando a deixa... gostaria de ver Grazi como uma modelo brasileira que recebe uma proposta de trabalho na índia. Ao chegar lá, porém, é obrigada a se prostituir por uma rede internacional de tráfico de mulheres. A personagem trataria de um tema relevante e teria um caráter de denúncia social. Grazi poderia passar a trama tentando escapar das garras da rede, e encontrar um refúgio para seu sofrimento no budismo. Fica aí a minha sugestão =D

guilherme disse...

oi,glória q legal abordará sobre a India,queria saber como é o país , e eu vou poder assistira na sua novela...........
queria a grazi na sua novela....................
soube quem está no elenco é stênio garcia,leticia spiller e outros..
bjos
glorinha