sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Psicóticos e psicopatas


A propósito do capítulo dessa sexta-feira, onde o dr Castanho deixou clara a diferença entre psicóticos e psicopatas, recebi essa carta de uma das dirigentes do Pinel, que quero dividir com vocês. 

Olá glória,
Tenho assistido a novela e vejo como voce tem retratado com carinho e atenção as questões relativas a saúde mental.

Hoje ao assitir ao capítulo no qual Dr Castanho fala sobre a diferença entre loucura e psicopatia vibrei pois pessoas que cometem pequenos,médios ou grandes delitos muita vezes tentam escapar utilizando a loucura como escudo.Deixar marcada a diferença se faz importante e se puder retomar esse assunto em outro capitulo seria bacana.

Sua preocupação em mostrar a delicadeza da experiência do sofrimento psiquico e as potencialidades latentes, caladas por anos de reclusão, me deixou bastante feliz e desejando ver mais cenas e depoimentos de usuários e familiares dos serviços de saúde mental que voce tem visistado e que podem usufruir de tratamentos dignos ,que incluem uma gama de atividades que facilitam novas possibiliodades de estar no mundo.

Em relação a questão geração de trabalho e renda ,que tanto temos nos debruçado para difundir e ampliar fico mais satisfeita ainda pois é um tema árido e de dificil compreeensão pela sociedade.

Sua campanha voltada para a saúde mental ,que ora nos favorece, será de grande valia para romper preconceitos e estigmas em relação a loucura x incapacidade x periculosidade ...
Que venham mais capitulos.

Abços
Erinia Belchior
Psicologa
Instituto Municipal Phiplippe Pinel

69 comentários:

Odele Souza disse...

Eu que não sabia exatamente a diferença entre - psicóticos e psicopatas - aprendi hoje com Dr.Castanho. Ficou claro.

É bom ver a televisão sendo usada também para ensinar, esclarecer, educar, desmistificar...O autor de novelas - uma paixão do brasileiro - tem essa possibilidade.Que bom Glória, que você faz uso dela.

E que linda a carta da Psicóloga Erinia Belchior, reconhecendo seu trabalho Glória.

Um beijo pra você.

marcela disse...

Olá Glória!
A aula de Dr. Castanho foi simples e muito esclarecedora! Muito boa!!
Aliás, este tema uqe você também está tratando an navela é muito importante, uma vez que a sociedade precisa lidar com pessoas assim cada vez mais.
A respeito da índia, o show de cultura continua!!! Estou amando cada detalhe e confesso que a índia está me fascinando cada dia mais, por causa da sua novela =)
Só queria dá minha opinião mais uma vez sobre Maya e Bahuam, pois acho que eles merecem ficar juntos e enfrentar os preconceitos das famílias!!
Parabéns!!
Tá show!!
Marcela.

Ronan Evandro Ferreira disse...

Oi! Invista na Ivone (Letícia Sabatella), este é meu conselho pra você glorinha, esta vilã enigmática promete ser se tiver mais espaço, uma das mais odiadas pelo público por suas ousadias e o lado bom: mais discussões envolvendo a trama - audiência mais ainda! Eu te adoro, beijos e muitas idéias pra você.
Ass.: Ronan Evandro Ferreira, de Santo Antônio da Alegria/SP.

Scarlet εïз Tata disse...

e se eu te disser que conheço uma pessoa igualzinha a ivone e que fez coisas bem parecidas comigo???

Jadir Marques disse...

Realmente esse núcleo está muito legal, acho que ele devia ser mais explorado!

Andrea disse...

Oi Gloria
Realmente a cena foi muito boa hoje, me arrepiou toda.o texto impecavel na explicação sobre o psicopata,muito bom mesmo...
Também aquelas passagens de cena do Dr Castanho falando,e a cena mostrando a Yvone maquinado,muito bom,coisa de cinema.Adoreii!!!.parabens para o diretor.
Gloria,espero que você aumente cada vez mais o nucleo da clinica,pois será um sucesso,Gloria...não esquece do nosso querido Daniel Marques não tá?

Mais uma vez Parabens

Beijjoossss
Andrea

Anônimo disse...

Já que e[é para dar pitacos vou dar uma dica.
Já sei como será resolvida a questão do Zeca.
A Débro Bloch, abandonada pelo marido, trabalhará como professora irá dar aulas para ele na escola.
Ela fará um trabalho lindo como professora e arranjará uma desculpa para todos os desvios de caráter que ele tem.
O Zeca será entendido e compreendido por ela que descobrirá que no fundo ele é uma criança revoltada, que precisa de carinho e atenção...
Acertei ou não?

Anônimo disse...

Sou capaz de adivinhar o que vai acontecer na Novela Caminho das Índias com relação ao aluno problemático Zeca

A culpa do mau comportamento dele recairá sobre a má professora: a Berê que não soube entende-lo.

A Débora Bloch será abandonada pelo marido e ficará na miséria e então terá que dar aulas na escola em que o Zeca estuda

Ela encarnará a Super Professora que, com seus super poderes, nos cinqüenta minutos diários de aula do ensino médio (que ele personagem cursa):

Funcionará como psicóloga e descobrirá sem análise, todos os problemas emocionais dele e, com isso, concluirá que ele não passa de um jovem incompreendido

Trabalhará todos os valores que a família não passou para ele,

Corrigirá, com muito amor e compreensão, todos os desvios de caráter que ele desenvolveu ao longo dos anos.

E, de quebra, ensinará a matéria de forma criativa, estimulante e envolvente

Não é isso que esperam de nós professores?


Nelson

Maria Isabel-SP disse...

Como vai , Gloria estou adorando a novela não perco nem um capitulo está divina. Vc é iluminada por Deus pela sua sabedoria, fico encantada com as coisas que vc escreve para seus personagens. Um grande beijo.Antes de encerrar queria lembrar não esqueça do Daniel Marques, gostaria de ver ele mais vezes e realizando o sonho. Um grande beijo

OBRIGADO GLORIA PEREZ.. disse...

Essa é o protótipo da professora que temos.
A classe não tem simpatiZa por ela
A classe atura, mas nenhum sorriso e nenhum olhar de simpatia.
Ela fala e não é obedecida, própria de professores sem talento nenhum.Desses que infestam a escola pública
Essa é a professorinha que mais reclama, se acha vítima.
Agressividade e quebrar celular e a cara de aluno é o cotidiano.
Nao tem mesmo para quem reclamar.
Em São Paulo é proibido usar celular na classe.Não é proibido portar,mas o comum é professor perceber o celular e retirar do aluno e não devolver.Muuuuito comum
Aluno pequeno, é na porrada mesmo.
O bom professor não se acha coitadinho e nem se comporta como vítima.JAMAIS AGRIDE ALUNO, NEM COM PALAVRAS.
Ele entra na sala e o respeito que ele tem pelo trabalho dele, parece que emana dele.
Aluno não é bobo e sabe a diferença entre um professor e um enganador.
Sabe a diferença entre um Professor e um Educador.
Normalmente os Zecas da classe são os maiores prejudicados.
Numa escola pública ele estaria expulso ou preso, a professorinha já tinha chamado a Ronda Escolar e em segundos ele estaria na delegacia de policia mais próxima respondendo pelo crime de desacato.
Numa escola particular a Berê já tinha levado o pé na bunda.
Um educador respeita primeiro a partir dai ele é respeitado.
A Berê já chega mal humorada, típico também do mau professor.
Já chega ameaçando e tentando que os colegas dedem o Zeca...
Numa aula de boa qualidade, com professora ou querida ou respeitada, ou ambas as coisas, seu computador não sumiria.
Então essas Berês descontroladas, arrogantes, mau humoradas estão dominando a escola pública.
Para mostrar esse tipo de professora a Gloria precisou de muuuuita coragem.
Nossa Glória você é mulher muito corajosa.Você é mesmo uma grande mulher.Uma grande figura....
Mas é muito corajosa mesmo.
Agora falta apresentar uma professora que a classe ama, e que bate de frente com a Berê
Na escola pública as educadoras, aquelas que não estão de acordo que se maltrate aluno, que se mate aula, são discriminadas pelas Berês da vida...e via de regra nem podem frequentar a sala das professoras, não entram naquela panelinha.São como peixes fora dágua.Ou melhor, fora do lamaçal.
Normalmente as Berês, fazem parte do Conselho de Pais e Mestres e assinam tudo que a diretora quer.
Em troca ela não precisa dar aula é pode maltratar aluno a vontade, que chega na diretoria a direção está ao lado dela.

Anônimo disse...

Glória parabéns por este núcleo da da novela. A sua preocupação de esclarecer as patologias psiquiatras. O capitulo que o Dr Castanho deixou a claro a diferença entre psicótico e psicopata. Pessoalmente não assitia nenhuma novela desde o Clone. Faz um tempão!!!!! A televisão não tem ocupado lugar na minha vida. Não suporto o tal de Big Brothers, etc etc etc.. Já pensei em desativar a tv da minha casa. Ficar somente com livros e a internet.
Estas resgatando assuntos importante, valorizando o telespectador. Este seu núcleo sobre doente mental é tão grandioso.Demonstra sua responsabilidade social, a frente de seu trabalho. Esclarecer a própria patologia de seus personagens é unica e maravilhosa. Invista mais por nós telespectadores. Estamos cansados de "sacanagens " embaixo do endredon.Queremos ser agentes sociais, ter pensamento critico. E assim desenvolver um olhar mais humano na sociedade. Muito Obrigada.

Anônimo disse...

Parabéns pelo núcleo que retrata a saúde mental.É tão esclarecedor, realizar uma analise psicologica dos próprios personagens da novela. Valorizar o doente mental. Parabéns mil vezes. Iara psicanalista

Anônimo disse...

E aí Glòria...
O interessante de tudo isso , é que as pessoas entendam que existem muitos indivíduos psicopatas perto de nós e da forma como foi dita por vc em um post , eles não precisam matar ninguém . Convivi com um jovem que ao meu ver possuía as características de um psicopata, e o que me deixou mais horrorizada ,era justamente a falta de sentimento pelo outro, a incapacidade de se comover com o sofrimento dos colegas . A facilidade com que mente e a convicção do que fala é tanta que comove a todos em sua volta mesmo quando há provas contra ele.Tudo para atingir seu objetivo , que na maioria das vezes o favorece e prejudica muita gente. É assustador pensar que estamos rodeados de pessoas assim.Espero que vc continue abordando o tema em sua novela , está muito legal.
Um beijão,
Elaine.

Iza disse...

parabéns Glória, tb gostei muito. Tenho um imrmão q tem esquisofrenia e uma mãe depressiva, eles assitema novela e com certeza foi muito bom para eles tb. Vai fundo querida!

Nilsa Almeida disse...

Olá Glória,
a explicação do Dr. Castanho foi realmente muito boa!!! É bom para as pessoas verem que existe diferença entre psicóticos e psicopatas.

E por falar em clínica, quando o estagiário vai aparecer de novo? Estou ansiosa pra vê-lo ajudando o Dr Castanho na clínica, eu já li em outros comentário sobre ele pegar as manias do Dr. Castanho...acho que seria muito legal!!

Estou amando a novela!

Que Deus te abençoe muito!!!

Beijo!

Nilsa Almeida
nilsa.almeida@yahoo.com.br

Gorete disse...

Muito boa a cena do Dr.Castanho, esclareceu bem o assunto.
Glória,gostaria de parabenizar a jovem linda e talentosa Brenda, que está dando um brilho a parte no folhetim.A torcida pelo casal Rani e Komal está enorme, eles tem química perfeita!
A respeito da índia, estou amando cada detalhe e confesso que a índia está me fascinando cada dia mais, por causa da sua obra.
Parabéns

Beijosss

Anônimo disse...

Poderosa Glória Perez.
Captou exatamente o que ocorre nas escolas.
O único problema é que não se sabe se é escola pública ou particular.
De qualquer maneira o aluno sempre sai mal. Na escola particular,não chamam os pais para lhes dar bronca, que não são tontos nem nada.
Acabam com os Zecas de modo sutil, quase sempre colocam a classe contra ele de modo que nem ele percebe
Na escola pública já é escancarado mesmo. Vai para o Conselho de Escola e lá é julgado e condenado sem direito a defesa, isso se antes não resolverem de modo diferente, chamam a policia e pronto está tudo resolvido.
Quanto ao nome do Indra, os professores é que iam tirar o sarro.
Vejam na Orkut uma comunidade chamada
EU SOU PROFESSOR
Eles tiram o maior sarro de nome de aluno e ainda colocam seus nomes e muitos colocam até a foto.
Não são professores ficticios, são reais mesmo...
Voltando a Berê, a atriz está perfeita.....Entra na sala com aquela mau humorada e, quebra o celular da aluna.
Uma professora que não gosta dos alunos e os alunos não gostam dela.
Uma professorinha arrogante e, que quer se fazer de vitima, quando está fora da sala.....
Na vida real é mais ou menos assim.
Com aluno adulto quebram o seu celular, perseguem e colocam a classe contra ele, e aluno pequenos sao espancados mesmo.
É tapa na cara.....
Aula mesmo que é bom nem pensar.
Tudo é motivo para não trabalharem
E agora precisa mostrar como sofrem os educadores.
Entram na classe e também não podem trabalhar, os alunos não estão alfabetizados, então professor não pode fazer milagre.
Como discutir uma questão de qualquer matéria se o aluno não sabe ler um texto?
Aluno em São Paulo, tem aula com professoras que elas mesmo não sabem escrever direito, como podem ensinar?
A situação está feia, Glóra Perez
Está feia....
Mas o primeiro passo é tirar a máscara das professoras anjos caidos do ceu, para fazer uma caridade.
O primeiro passo para cobrar do Governo é mostrar que está tudo errado e que o aluno é a vitima.
Que aluno nota zero de hoje é inevitavelmente o professor nota zero de amanhâ...
Muito bem, querida.
Colocando o dedo na ferida.
Sem poder cobrar do professor,não dá para cobrar do Governo.
Muito bem, mesmo...

jackson alves disse...

Glorinha amei a cena da definição do dr.Castanho no capitulo desta sexta foi uma verdadeira aula de cidadania e respeito para com o proximo... contineu assim dando nos a cada capitulo uma aula de humanismo para q tabus sejam quebrados...
a psicologia é uma area muito linda
parabéns pelos frutos...
felicidades
k karinho

Gabriel → Bloga╝ disse...

Olá Glória, blz? Eu vi essa cena ontem e tirei minhas dúvidas. Pensava que um pscicopata poderia ter uma vida normal se ele fosse medicado ou internado. Mas como disse o Stenio ''ele nasce e sempre será um pscicopata''. Entendi bem né? Te recomendo ver o seriado DEXTER. O cara sente prazer em matar (no seriado Dexter é um pscicopata e o protagonista) e sente prazer em matar. Com otempo, vendo que não conseguirá mudar nunca, sue pai, um policial, o ensina como descobrir um criminoso e ele por si prórpio mata como quer. Ele sempre guarda um pingo de sangue de cada vítima. E mais: quando a jsutiça não puni um criminoso (isso acontece muito né), ele mesmo faz isso.

ABRAÇOS!

Matheus Costa disse...

Olá Glória!!!

Eu vi o capítulo de sexta-feira, e ficou muito evidente a diferença em Loucura e psicopatas. Assim, nós que não convivíamos com isso, prestaremos muito mais atenção sobre o mesmo. Bom saber mais sobre o assunto...

Ainda teremos mais de Daniel marques na novela, como o estagiário na clínica...

Glória você é MARA!!

Beijos..

Love me 2Times disse...

oi Gloria


Como sempre aprendemos coisas , né adorei a aula do Dr. Castanho e eu não sabia a diferente entre um e outro.

Um bom motivo pra vc colocar o ESTAGIÁRIO - DANIEL MARQUES até o final da novela, assim o Dr. Castanho poderá ensinar muito mais e o estagiário dará continuidade aos estudos e tratamentos, né.


Eu acho que o casal RAJ E DUDA tem mais sintonia que o casal protagonista, A Maya e Bahuam estão precisando de uma dose maior de erotismo pra dar uma revirada geral, mas eu estou achando muito devegar, prefiro ver Raj e Duda... já que sou fã e acompanho a novela, não quero que caia no marasmo, né.

Mas a Ivone está roubando a cena, a Silvia é muito bobinha mesmo, né, falta malícia e ela foi muito inocente convidando uma amiga gostosona pra se hospedar na casa, a Silvia merece mesmo perder o marido, mesmo eu sendo a favor da fidelidade.


Enfim... vc está conseguindo ativar todos os tipos de sentimento do público, isso é bom demais... Glora, vc poderia muito bem ensinar os outros autores como se escreve um obra com trama pra prender a atenção do público... pq as outras novelas da Globo estão uma bela porcaria e os autores já perderam o dia da meada faz tempo.


Que a ERA DE AQUARIUS que se inicia neste 14/02/2009 te traga ótimas vibrações, muita PAZ AMOR E HARMONIA.


Um grande abraço
Edna

ilesor disse...

Amada !!! que maneira clara e concisa de explicar a diferença entre as patologias ,foi muito bom , eu mesma desconhecia , excelente trabalho querida ,como sempre muitas felicidades pra ti. bjssss

Anônimo disse...

Glória, parabéns. A cena do Dr Castanho foi excelente. Peço que invista mais no núcleo de saúde mental. Muitos doentes mentais estão sob tratamento médica e controlados. Qtos sociopatas convivemos no ambiente social e ambiente de trabalho. Eu já fui vitima, foi enloquecedor. Até hoje exsite a cicatriz. Ela sangra, basicamente terminou com meu lado profissonal. Fui ingenua, não vi a maldade e me deixei ser derrotada. Bjs Laura

Leila disse...

estou assistindo todos os capítulos, e adorando este tema da saúde mental. sou médica e acompanho de perto esta peculiaridade da vida humana e já vivi situações extremas. No Pará onde os DM foram socializados e a comunidade é responsável pelo seu bem estar, o que humaniza o tratamento e em Santa Catarina onde o DM é tratado com drogas e institucionalização. abandonado e excluido.UM HORROR acho que é demais uma novela mostrar isto mas vale mostrar que oDM pode ser aceito por todos como uma parte de nós que não pode ser exposta por todos mas que deve ser lembrada por alguns....

Patty Silveira Designs disse...

Gloria,

A cena do Dr. Castanho foi muito esclarecedora. Qto a saber o que era psicopata, eu nao tinha muita duvida, pq temos mtos exemplos vivos de gente desse tipo. Agora, qto a ser Psicotico, sinceramente eu nao entendia muito e a novela esta fazendo isso divinamente. Com certeza, isso mudara radicalmente a cabeca de mta gente que tem preconceitos contra elas.


Bom final de semana



super beijo

Elaine disse...

É exatamente assim que se sente , fica uma cicatriz que de vez em quando sangra. A verdade é que indivíduos psicopatas são MUITO envolventes, carismáticos e vc só percebe o que eles realmente são quando o estrago está feito. Aí a sensação que fica é que foi uma idiota e que no fim de tudo só vc perdeu.Glória a família do Zeca está hilária os atores estão fazendo muito bem até mesmo o Duda que tem a maior cara de anjinho , o Calloni está perfeito.É legal vê los e lembrar de alguém semelhante que agente conhece.A falta de respeito na sala de aula deve continuar sendo mostrada na telinha sim , mesmo que muitos se sintam doídos , pois a verdade é que famílias como a do Zeca existem aos montes por aí.
Um beijão.

Anônimo disse...

Glória, parabéns pela novela e peço que insista na na exibição do que é um psicopata.Muitas vezes as vítimas dos psicopatas que ficam em posição de vilãs, afinal eles são articulados e ao serem descobertos em sua vilania se fazem de vítima e estão longe se sofrer. Tenho uma filha com um homem que aparentemente é um doce e sensivel, fala de amor e afeto como ninguém, no entanto é capaz de toda e qq covardia. Tive que me separar grávida para poder sobreviver! Descobri que estava com cancêr logo após o nascimento do bebe e continuei sendo atacada moralmente e em minha dignidade. Fiquei com sequelas e emocionais e luto para vencer, mesmo assim enfrento a perversidade do psicopata que se apresentava como o homem mais maravilhoso do mundo. Ele conseguiu excluir da vida dele ,com requintes de tortura psicologica,até o pai que o criou com tanto sacrificio, e tudo porque este não é conivente com as barbaridades do filho.O livro da Dra. Ana Beatriz é maravilhoso e este é um tema que pode esclarecer à aqueles que acreditam que o "coitadinho" merece chance, teve vida dificil....e todas as coisas que vc sabe muito bem.

Gustavo disse...

Oi Gloria querida , bom, primeiramente parabens pelo blog e pela magnífica novela
tenho uma dúvida, como é tratada a homossexualidade na India ???
beijo

Hebert Judson disse...

Oi Glórinha meu amor...A novela está ótima,parabéns pela cena do DRº Castanho explicando o que é um Psicopata. Como muitos disseram infelizmente existem muitas pessoas desse tipo...E fiquei surpreso por não ter cura??...Fiquei agora mais curioso para saber o final da Yvone...Silvia é muito inocente, não tem malícia alguma, confia muito nas pessoas, e o núcleo dos professores está ótimo, é tão bom poder mostrar a realidade...´to adorando o nucleo da Norminha, Dira Paes é talentosísima, adoro a musica dela tambem,ótima escolha tambem...Fico surpreso com o Zeca, tudo o que ele faz o pai apóia, o pai e o filho não vale nada...esse zeca tem que aprender muito ainda, passar varios apuros pra poder aprender...tambem adoro o núcleo dos irmão Cadore...adoro a Inês, a atriz Maria Maya tem muito talento Inês não ta nem ai pra vida...gosto muito dela...amo tambem Maya e Bahuan e Raj...e Tarso e Tônia...enfim Glória a novela ta ótimaaaaaaaa, tudo o que vc faz vira sucesso...todo dia vou passar aqui no seu blog e sempre posto meus comentarios..beijos hebert...hebert_guri@hotmail.com

Casa Oficio disse...

Olá Glória...Bom Dia!
As pessoas com transtornos mentais possuem um potencial enorme que necessita ser explorado, precisam de ocupação constante...este é o nosso trabalho há quase dez anos, em nossas Oficinas atendemos atualmente 215 pessoas especiais e realizamos diversos encaminhamentos para o mercado de trabalho por ano, pena que não exista muita preocupação política com relação a este assunto...
Beijosssss

Jaqueline disse...

GLORIA
Nem sei qual adjetivo usar para mostrar o quando você é admirável
Você está mostrando o lado verdadeiro de uma professora.
De modo que só você sabe.
Com muita coragem
Parece que coragem é o seu principal predicado.
O problema de celular na sala de aula foi resolvido em São Paulo com uma lei, aqui se cria uma lei atras da outra para beneficiar professor, nenhuma para socorrer aluno.
Um deputado a pedido dos professores fez a lei e os outros deputados aprovaram.
As professoras não querem celular porque alem de outras coisas, ele gravava os absurdos que a professora falava e fazia na sala de aula.
Agora a imprensa começa a contar aos poucos os abusos e como a escola pública está tomada pela banda podre da educação, não dando espaço nem para o aluno aprender e nem para o professor sério trabalhar.
Aluno não falta com o respeito com o professor e nem teima
Se teimar, perde o celular, é retirado dela .É proibido o uso mas se o professor perceber, o aluno perde o aparelho, não é quebrado não é retirado dele e não é devolvido mesmo....
Se tem policia militar a socorrer o professor.Aluno precisa ser uma espécie de suicida, ou gostar de apanhar da policia e ser preso.
Na escola Lucas Rasquinho na Zona Sul um aluno foi chamado na diretoria e pensou que era só para assinar uma adverténcia, e a diretora saiu e o trancou na sala, e chamou a policia, que veio rapidinho e o aluno não teve tempo e nem oportunidade de abrir a boca
Uma coisa horrivel.
Escola virou situação de alto risco
E para compensar minimamente estao aumentando as associações de bairro, as entidades que estão ensinando o que a escola não ensina
A situação da escola tem que ser mostrada como ela é verdadeiramente.
Ficar tapando o sol com a peneira
Ficar na velha cantilena desafinada que a culpa da escola ir mal é do aluno e dos pais, não cola mais.
Em São Paulo os professores fizeram uma avaliação simples para atribuição de aula, professoras substitutas que já atuam na rede há muitos anos.Tres mil tiraram nota zero e a metade tiraram menos de cinco.A imprensa ainda está noticiando
Culpa dos pais ?
Obrigada Gloria
Agradecemos

mcorall disse...

Ola..Gloria muito antes desta novela sempre fui fascinada pela India, sempre fui fã de suas novelas e os temas fantasticos e serios e bastante polemico que voce sempre aborda.
Parabens..estou vibrando...
pois ha muito amo e gravo aqui mesmo em casa filmes indianos de Bollywood..exatamente por que amo a India.e nesta novela estou vendo muitas semelhanças de alguns costumes dos judeus orientais os sefaradis...
Alias 2 personagens estou amando..
um do nucleo do Brasil o Cesar, esta otimo e sei que vai ser de grande valia e muita repercussao,para certos pais refletirem muito...acho ate que pega um Q do caso Nardoni..a super proteção ta parecendo muito do pai para o filho
..e outro personagem otimo carismatico fascinante e do nosso sempre querido...Lima Duarte..
e da maravilhosa sogra indiana Laura Cardoso.e nosso querido psiquiatra....Stenio...um elenco de mais velhos fanntastico..
obrigada mais uma vez......por nos proporcionar tanta gama de cultura informação e entretenimento...
todos os quesitos maravilhosos.

Anônimo disse...

Os dois núcleos ótimos: da professora e da equipe do doentes mentais. Parabés. Por favor reforce estes dois nucleos com senso critico.
No sul os professores da escola pública estão sem auto estima , não consegui trabalhar na escola me exonerei. São revoltados. Mas tudo tem uma causa a diferença social e salarial dentro do serviçõ público. Enquanto outros poderes como o judiciario e legislativo ganham 30 vezes mais. Só podem tratar AS pessoa E COLEGAS com revolta e mau humor Tentei fazer inovações e fui banida do sitema. Precisam alimentar o ódio de baixos salários e uma auto estima nula. O que serve para a classe dominante.Quanto menor a auto estima do professor, mais humilhado ele for como consequencia teremos cidadãos alienados. Assim é fácil manter a diferença social HOje atuo na área comercial,porque é impossivel trabalhar com a violência dentro da escola aqui no rio grande do sul. Violência que começa pelo poder executivo, pelo autorismo e descaso. O aluno e os pais tratam o professor como um lixo, uma baba mal paga. Tudo decorrente do sistema que sustenta esta situação
Torna-se uma bola de neve estoura com a guerra entre professor e alunos. A EDUCAÇÃO É A FAIXA DE GAZA . CRUEL QUE MATA LENTAMENTE.
Qto o nucleo de saúde mental está maravilhoso, no momento que no computador explica sua própria patologia.Foi emocionante. São os momentos mais bonitos da novela. Paabéns és um talento unico, uma mulher com grande sensibilidade. Uma formadora de opiniões DIVINA

neusa disse...

Querida Glória Perez.
Acho que a senhora não tem a menor noção de quanto é importante este espaço que abre para os pais.
A gente le sempre professores insistindo na mentira que professor é mal tratado e mal pago.
Que aluno trata professor como lixo.Imagina...como uma babá.
Sou de São Paulo, e como os pais do Brasil fico indignada com esse discurso, querendo a todo custo colocar a culpa nos,pais nos alunos e no salário.
Meus filhos estudam na Escola Jardim Iguatemi.Uma escola tida de excelencia, que tirou nota 1,60 ns escala de 0 a 10.Como milhares de escolas tiraram zero e alguma coisa, escola que tira um já é considerada uma boa escola e a diretora fica em cima do salto.
Estas férias a diretora fez na calada uma reunião de conselho e expulsou 20 alunos.
Por motivos bobos.
Um deles me chamou a atenção por ser amigo do meu filho e um bom garoto, mas usa gel nos cabelos.
Usa os cabelos espetados para cima, eu também não gosto, mas não é motivo para ser expulso de uma escola do estado.
A diretora humilhou o aluno na frente da classe e quando os pais foram reclamar ela confirmou, chamou o aluno de ridiculo e disse que ele com aquele cabelo seria no máximo, um motoboy, então para que estudar?
Dia 11 a representante do Educaforum acompanhou os 20 pais na Cogesp.O Coordenador ficou indignado, mas não fez nada.
Só fingiu ali perto das mães e nada fez.Ora se ele que é autoridade, e tem competencia até para afastar a diretora se quiser, não faz nada.Quem fará?
A nossa alegria então com o crédito que a senhora está dando para nos é de grande importância.
Na verdade tudo está documentado e comentado no blog do http://educaforum.blogspot.com
Casos como este são o cotidiano das escolas públicas.
Se alguém duvidar, é só acessar o blog e pegar os documentos, as cópias que foram protocoladas.
Um cotidiano de descaso, violencia e humilhação numa escola que dá maus exemplos e ensina quase nada.
Somos obrigados a ensinar um pouco em casa ou com amigos e vizinhos.
Não são casos anônimos, não são pessoas ficticias, são escolas com nome e endereço.Casos reais...
Esse aluno por conta do cabelo espetado com gel, os outros porque falavam muito, outro porque as professoras não iam com a cara dele de graça.
Isso assim na cara dura.
Como tem muita falta de vaga, manda esses vinte embora e tem 40 aquardando uma vaga.
Isso é problema de salário baixo? Embora elas não ganhem tão mal assim e nem que ganhassem não justificaria.
Tem um salário que é tres vezes maior que o do meu marido que é tecnico de enfermagem.
Param de trabalhar em outubro e só voltam depois do carnaval.
Todo feriado elas emendam e não dão aula a semana inteira.
Além dos feriados, tem reunião disso e daquilo, inventam dia disso e dia daquilo além dos feriados para não dar aula.
Tem sim um ou outro professor que gostaria de dar aula, mas nessa situação.Fica dificil...
Se alguém quiser o meu email ou quiser conversar com os alunos expulsos estou disposta a levar até eles.
Essa escola Jardim Iguatemi, fica na zona Leste de São Paulo e é da Diretoria Leste 3
Nesta situação de abandono, um espaço como este é muito mas muito importante para nós.
Deus lhe abenções Gloria Perez
Se alguém quiser conhecer os alunos
é só me avisar....
Neusa Benedita Borges.

Carolina disse...

Normalmente o lider é rebelde.
Nunca soube de um líder manso.
Não fosse aqueles pais malucos eu diria que o Zeca é um dos milhares de lideres, que a escola expulsa...
Então fora da escola ele forma grupinhos e fazem barbaridades.
Outra característica do lider é ser exibicionista.
Mas eles não ficam na escola não
O caso do Zeca é apenas um personagem.
Na escola pública eles são expulsos e na escola particular também, demora mais mas são expulsos.
Não tenho formação para avaliar o perfil do Zeca, pode ser apenas pelos pais.Só que pai não é idiota como professores querem afirmar, um idiota que não tem noção da importancia da formação do filho.
Não conheço um pai que incentive seu filho a não estudar.
Eu lido com alunos diáriamente, mas posso dizer que professoras como a Berê tem aos montes.
Não dominam a sala, que adolescente percebe a incapacidade da professora rapidinho.
A aula dela deve ser aquela chatice...e ela é arrogante e pretensiosa na sala de aula, nem os Indras gostam desse tipo de professora.Fora da sala ela é chorosa e se faz de frágil, vítima
Os líderes, são aqueles que questinam a professora, cobram aula de qualidade e incentivam os colegas a cobrar, esses na maioria se perdem, acabam se tornando carneirinhos para sobreviver na escola
Outros a escola coloca para fora, e ele não deixa de ser lider só porque está fora da escola.Logo entra na escola do crime onde sempre tem vaga e vai liderar outro tipo de jovem....
O que mais me incomoda nessas mensagens, é que os professores continuam batendo na mesma tecla.
" a escola vai mal, por culpa dos alunos e dos pais"
Me incomoda ler o que os pais escrevem e dão dados, nomes, endereços desmentindo esses professores, e eles continuam sem mudar o discurso fajuto, furado e sem nenhuma credibilidade.
Esse tipo de professora me deixa triste e me incomoda, acaba por um vies até ridicularizando a função de professor.
Meu Deus ! Professor é a profissão de maior importancia na formação de uma sociedade, não mudam a cantilena....não dão espaço para os que realmente querem trabalhar.
Se não gostam da profissão, se detestam os pais e alunos que consideram um problema na escola, então porque não mudam de profissão?
Que escola sem alunos e conseguentemente sem pais é impossivel.
Obrida pelo espaço, e com certeza ficarei feliz se me der a honra de divulgar meu desabafo modesto, mas sincero
Sua fã
Carolina Ribeiro Senne

Sanae Koda disse...

Puxa, é mesmo Caroline.
Eu tenho um parente que trabalha na delegacia de policia perto ai da Escola Estadual Jardim Iguatemi na zona leste de São Paulo
Uma mãe dessa escola até fez um Boletim de Ocorrencia.
Mas não vai dar em nada.
A diretora de lá é assim mesmo
Se ela cismar com o corte ou o modelo de cabelo de aluno (a) ela coloca para fora mesmo
Só fica ali quem ela quer.
Assim é na maioria das Escolas Estaduais de São Paulo.
Na minha opinião ser motoboy,não desmerece ninguém...a diretora tem mania de desqualificar empregada domestica, e outros trabalhadores simples...
As mães foram na COGESP e falaram com o maioral de lá.Que tem autoridade para reverter o caso.
Não só para reintegrar os 20 alunos expulsos como para punir a diretora por não cumprir a lei
O Coodenador da Cogesp podia até processar essa diretora da EE Jardim Iguatemi.No artigo 12 o funcionário tem o dever de tratar o público com urbanidade e respeito.
Fora que ela não tem o direito de expulsar aluno via conselho de escola, que o conselho não pode ser usado como Tribunal de exceção.
Os pais que viram a diretora confirmar para eles o que falou na sala de aula, são pais de boa índole.
Se os pais fossem bandidos cumplices de filhos marginais,iriam dar era um murro na boca da diretora, e ela ia pensar duas vezes antes de ser folgada.
Mas dai os pais seriam presos imediatamente por tentativa de homicidio....
Então os pais indignados resolveram seguir o que a lei manda.
Forsm na Delegacia e na Cogesp.
Depois da visita na cogesp junto com outros 19 pais a diretora ligou para a casa deles, dizendo que ia fazer outra reuñião do Conselho
Olha só que disparate.Quer submeter os alunos a um segundo julgamento.As professoras que vão julgar os alunos, são as mesmas, amiguinhas da diretora.
As mães não aceitam, elas sabem que não tem a menor chance.
Assim está a escola pública em São Paulo é e assim que os pais são tratados.
Esse caso desses 20 alunos tem registro a mãe se dispõe a dar entrevista.
E dispostos a ir a quaisquer instancias.
Por acaso esse meu parente que trabalha na delegacia também tem uma filha estudando nessa escola Com ela ele nunca teve queixas, mas ela conta coisas que ve a diretora e professores aprontarem com aluno que se contar até Deus duvida.
Por causa dessa situação é que os pais estão maravilhados com a Gloria Perez e pedem a Deus que ela continue com essa coragem...
Eu também, peço a Deus que de vida longa e saude para a Gloria Perez.

A culpa então, é dos pais e alunos? disse...

Professores que alfabetizam em SP seriam reprovados


Cerca de 40% dos professores responsáveis pela alfabetização dos estudantes tiveram nota abaixo de cinco no teste realizado pela Secretaria Estadual da Educação de São Paulo --ou seja, seriam reprovados. A alfabetização é uma das questões mais graves da educação no país, cuja deficiência explica boa parte da crise do ensino já que o estudante tem dificuldades de ler e escrever.

Obtive esses dados a partir da tabulação das notas dos 48 mil professores temporários da primeira e quarta série (o período de alfabetização). Entre os que seriam reprovados, 2.019 tiraram zero ou ficaram muito próximos dessa nota. Apenas 103 (0,2%), daquele total, ficaram com a nota máxima.

De acordo com o documento ao qual tive acesso, 15.800 professores ficaram pouco acima da média, entre a nota cinco e seis, o que significa 32% da amostra. Ou seja, 72% dos professores da primeira e quarta série estão abaixo do regular.

Essas informações detalham notícia divulgada domingo neste espaço, mostrando que, do total dos que fizeram a prova (214 mil), 3.000 tiraram zero e cerca da metade ficou abaixo da média.

O sindicato dos professores conseguiu barrar, na Justiça, a determinação da Secretaria da Educação de que as notas servissem como critério para que os temporários escolhessem aula na rede pública.

Gilberto Dimenstein, 52, é membro do Conselho Editorial da Folha e criador da ONG Cidade Escola Aprendiz. Coordena o site de jornalismo comunitário da Folha. Escreve para a Folha Online às segundas-feiras.

MARIA disse...

oi glória bom dia primeiro queria dizer que te admiro como milhares de pessoas.Suas novelas sempre vem
retrarando o dia dai de muitas pessoas e eu tenho uma situação um pouco parecida com a da novela tenho uma tia doente mental ela viveu mais de trinat anos em um hospício no doutor eiras em paracambi ela não tem mãe pois minha vó já falecida também era doente e minha tia solange não teve ninguém para ajuda quando começou a apresenta os sintomas da doença minha mãe e minha outra tia era criada por outras pessoas
aí atia que criava solange internou ela com 11 anos de idade
conclusão ficou mais doente pelos anos de maltratos em hospitais que não são como aparecem na tv e agora o governo fechou o hospital e entregaram ela a minha mãe que recebe uma ajuda mas ela não tem condições de ficar com ela.
minha mãe também tem problemas depressão,escuta vozes que manda ela se matar é uma pessoa extremamente nervosa,sem direção...mas como trabalha e leva uma vida ativa apra o poder judiciário ela pode ficar com ela sendo que ela não está aguentando´minha tia não é igualaesses doentes da novela então venho pedir para que a senhora use a tv para fazer uma campanha para voltar ater hospitais de doemtes eles são muito abandonados fazem campanha de criança, idos etc..
mas esqueçem dos doentes mentais eles não são escutados,sofrem muito por hospitais,e com familiares que não tem copndições sa vezes piscicólogicas de cuidar deles e tem uns que fica, por dinheiro aí eles ficam jogados e tem uns agressivos que botam em risco a sociedade aparentemente"normal" por favor me ajude temo pela minha mãe para tenho medo que ela não suporte e estoure também aí em vez de uma vai ser duas temos historicos na família minha vó,o irmão dela,minha tia,e minha mãe não muito certa ela perdeu um filho também com 14 anos o colega atirou nele "brincando" e como era de menor ficou por isso mesmo mas fica a pergunta o que uma criança de 13 anos ta fazendo com uma arma então quem deveria ser preso os responsaveis dessa criança né? mil beijos

Aline disse...

Então aproveitando a mensagem da Sanae, Carolina e Neusa, eu também sou vítima da violencia e da falta de respeito da escola pública
Meus filhos estudavam na Emef Imperatriz Dona Amélia, também na zona leste.
A diretora expulsou os alunos filhos de tres mães que participavam do Conselho de Pais e Mestres, inclusve meus dois filhos.
Nós não concordamos com a prestação de contas, com notas frias, escancaradamente frias.
Não concordamos que o tesoureiro tenha que assinar talão de cheque em branco e colocar na mão da diretora.
Não concordamos com castigos cruéis aplicados em crianças pequenas, nem com a sujeira que a escola vive.
Não concordamos que tem que colocar criança para fazer faxina e a professora não aparecer para dar aula e no fim da semana assinar o ponto tudo de uma vez.
Então ela passou a perseguir e expusou nossos filhos.
Conselho de Escola é um lugar onde só ficam os pais que aceitam tudo que a direção quer.
Fomos em tudo que é instância.
Fomos na delegacia de policia e na Secretaria Municipal de Educação de São Paulo, onde fomos atendidas mal, no pateo da entrada com todo desprezo possivel.
Por conta disso é que um espaço como este, cedido por uma pessoa diferenciada com a Gloria Perez é muito importante.
A gente sabe que pessoas formadoras de opinião entra aqui e veem nossos relatos.
Isso aí...
Valeu !!!
Quero além de agrecer a Gloria Perez dizer a essas mães que passam por humilhações, que eu contudo ainda acho que a escola pública vai melhorar, é só dar vez e voz aos pais.
O que acontecia escondidinho e muito protegido pelas autoridades, estão agora sendo mostrados,
Uma oportunidade como esta que a Gloria Perez está nos dando, pode alavancar para uma mudança substancial.
Que a corrução e a impunidade da escola pública só termina se todos tomarem conhecimento
Se mesmo sofrendo os pais não percam a capacidade de se indignar.
Mesmo sofrendo os pais não podem perder a esperança..

Anônimo disse...

Oi, Gloria. Também vi esse capítulo e fiquei impressionada como o Dr. Castanho conseguiu (através de você, é claro) explicar didaticamente a diferença entre um psicótico e um psicopata.
Muitas pessoas confundem mesmo, até os mais instruídos, inclusive a classe médica e psicológica.
Li com avidez o livro "Mentes Perigosas" da Dra. Ana Beatriz, sugerido aqui no seu blog, e percebi o quanto você foi fiel nas informações dessa ótima obra.
Assim como os demais blogueiros, gostaria que outras aulas fosssem ministradas. Só temos a ganhar com isso. Agradeço, de coração, por toda a sua contribuição. Um grande beijo.
Talita

POBRE ESTADO DE SÃO PAULO, POBRE ESTADO RICO... disse...

Carissima Glória Perez
Meu nome é Vilma, moro em Cotia e sou mãe de 3 alunos de escola pública.Sou também promotora legal de Taboão da Serra.
meu email
vilmapromotoralegal@yahoo.com.br
Faço parte dessa legião de mães que sofrem com seus filhos na escola pública, completamente abandonados .
Claro que estou também apaixonada pela coragem fs Glória Perez, apaixonada e agradecida...
Quero mostrar um texto, que desmente categóricamente as mensagens de professores postadas aqui, culpando os pais e alunos pela escola pública estar caindo aos pedaços, roida pelo cupim da impunidade e da corrupção.
ENTÃO A CULPA É DOS PAIS E DOS ALUNOS ?
leiam isso....
Pesquisei e realmente, houve esse tumulto e, saiu ate foto no Jornal Diario de São Paulo
A imprensa também noticiou que 92% dos professores da rede não conseguiram a média para serem aprovados, só ficaram porque contava tempo e título.

DAQUI NÃO SAIO, DAQUI NINGUÉM ME TIRA....

No último concurso público para professor do estado de São Paulo, eram tantos candidatos que precisou até a Policia Militar para organizar a fila. Os professores fizeram uma manifestação e pararam a Av.Paulista exigindo esse concurso.O então governador Alckimin atendeu.Elaborou o concurso.
O resultado foi que 92% dos professores da rede não seriam aprovados se fosse contassem só pontos de resultado de prova.
O critério maroto de contar pontos os mil cursinhos Lorota, que o estado dá para o professor, mais o tempo de serviço, deixou os professores capacitados fora. Os novos, com capacidade,sem os vicios da rede. Os novos sem as costas quentes de pistolões ficaram de fora,nesses estaria a chance de moralizar a escola. Os 92% que foram reprovados nas provas escritas, estão ai, efetivados e imexíveis.
Então a situação da escola pública não é só calamitosa por conta dos temporários.Está geral....
Os temporários tiram nota zero. Os efetivos, façam avaliação deles e verão....
Estão ai,vendendo aula, mas não entregando...
Escola é cabidão de emprego.
Entra e se perpetua, basta entrar na panela.
Nem precisa ter capacidade...basta ter quem indica que pode cantar a velha marchinha para este carnaval novo.
DAQUI NÃO SAIO, DAQUI NINGUÉM ME TIRA...

Marta Fonseca Gasparini disse...

Pessoal
Eu lí os comentários dos professores e dos pais neste espaço
Li mais de uma vez e copiei.
Não vou dizer que me surpreendi com as denúncias dos pais.
Sei que é assim mesmo e, tem muita coisa a mais que os pais não sabem.
O diabo é ainda mais preto.
A surpresa, agradavel por sinal foi mesmo, a Gloria Perez dar espaço para todos se manifestarem.
Não que eu não reconheça e não conheça a fama que ela tem de ser uma mulher de coragem, mas não pensei que chegasse a tanto.
O Zeca existe.Nâo necessariamente com uma família assim.
Eles são os jovens desnorteados, que fazem racha, agridem e matam pelas madrugas, cheios de alcool e droga.
Esses são os primeiros que a escola expulsa.
A escola expulsa por motivos muito mais fúteis, só lhes interessa os bonzinhos, imagina se iam aturar um Zeca...
Os que mais precisam de escola são os primeiros que a escola descarta.
A escola não quer ensinar os alunos dificeis.
Vejam esse caso da E.E.Jardim Iguatemi, só porque o aluno
teimou em usar o cabelo espetadinho e enfrentou a diretora ela já juntou o Conselho de Escola e expulsou ele e mais vinte colegas dele.
Se ele fosse bonzinho, abaixasse a cabeça e na hora que a diretora o ofendeu, ele fosse no banheiro e tirasse o gel e penteasse o cabelo para tras, feio um carneirinho ele ficaria na escola.
A bem da verdade, nem ia ganhar muito com isso.Que escola em São Paulo tirou zero na avaliação do Saresp e as professoras na avaliação para atribuição de aula, tiraram zero.
O aluno pode ser um santo, que não vai aprender nada.
Aluno rebelde que a escola expulsa, não deixa de ser rebelde por isso.Ele vai exercer sua liderança na rua.
Aluno que a escola expulsa, se matricula rapidinho na escola do crime onde sempre tem vaga.
Aluno como o Zeca exista, não necessáriamente com o aval dos pais, que aí é exagêro dos professores que querem colocar a culpa nos pais mesmo.De tudo.
Os crimes violentos são cometidos por menores de idade, são um por cento deles.
Então dizer que se prender os menores assassinos por 30 anos, não vai diminuir o índice da criminalidade.
Então a Glória não está de todo errada.
OS ZECAS EXISTEM SIM, MAS NÃO FICAM NA ESCOLA.NÃO É NA ESCOLA QUE ELES ZUAM, MAS SÃO OS QUE MAIS PRECISAM DELA.
Valeu
Glória Perez, sempre surpreendendo as pessoas.

Anônimo disse...

Seus questionamentos são excelentes. Como não existe limite para os adolescentes e os professores não estão satifeitos. Um sugestão investir no ensino virtual e a distância. No ensino superior já está acontecendo. No ensino médio está na hora de começar acontecer.

Anita Paes disse...

Nem sei se entendi bem o que a anônima escreveu, acho que entendi bem o que a Marta disse.
Mas a anõnima está equivocada.
Os professores que não tem vocação vão reclamar sempre.Para esses a escola ideal é a que não tem alunos
Isso para os professores sem vocação
Para os vocacionados o contado com os alunos é um troca de energia e um trabalho gratificante.
Adolescente tem limite, quem não tem limites são os professores, pelo que estou lendo por aqui com provas cabais.
Os Zecas são exceção e que a escola se livra dele rapidinho, mas os que ficam não tem nenhuma vantagem, nenhuma regalia.
Professor pode tudo.
Pode coisas inacreditáveis, são amparandos pela impunidade total.
Os Zecas existem sim, mas não do jeito que está na novela.Os pais não são de acordo e, quando a escola os chama para resolver eles alegam que "não sabem o que fazer"
Os pais esperam da escola alguma ajuda, ledo engano...
Dai a escola cai de pau.Se regozija e diz:
tá vendo ? não tem jeito mesmo, se os pais não dão conta, nós também não temos obrigação de aturar.
então os pais ao invez de encontrar na escola uma parceria, encontra é a desculpa para se livrar do aluno dificil.
Os bonzinhos ficam na escola, mas não ganham nada com essa bondade carneira, não estão aprendendo nada.
Professor não quer ser responsabilizado pelo aprendizado do aluno, como se não fosse a obrigação dele.
Os Zecas que a escola coloca na rua por não saber ou não querer perder tempo com eles, acaba sobrando para a sociedade pagar.
Zeca com os pais incentivando é um delirio e uma desculpa do mau professor, isso não existe, não dessa forma.Que os pais não são idiotas.Todo pai sabe da importnacia que tem a escola para a educaççao formal
Esse caso da escola Jardim Iguatemi na Zona leste de São Paulo é um claro exemplo da falta de limites da escola, da maioria dos professores e direção
Eu ouvi esse caso cabeludo pelo radio.
A diretora expulsou 20 alunos nas férias.
E um deles o motivo era o corte do seu cabelo e ainda por cima o aluno passava gel e espetava o cabelo para cima.E daí ???
A diretora não gostou e humilhou o aluno e quando os pais foram saber ela repetiu tudo na frente dos pais, o aluno chorou de vergonha
Dai a diretora tirava sarro porque ele estava chorando...
Uma coisa triste.....Casos que a gente sabe que é verdade.
A arrogancia o autoritarismo e a impunidade chegando a limites inaceitaveis.
E essa falta de limites prejudicando todo mundo
Inclusive os bons professores
Mas ninguém pode deixar de festejar a atitude da Gloria Perez de não se limitar a escrever historinhas e mostra a realidade, na medida que permite que os pais postem suas angústias, de modo democrático.
Eu também estou agradecida, acho que a maioria dos pais está.

Anônimo disse...

Gloria sua novela esta muito boa,o problema mental ser enfocado sera de grande ajuda ao pais.
Por favor coloque um personagem com o disturbio de personalidade chamado ESQUISOIDE. Quem tem este disturbio eh envolvente, calmo, inteligentissimo,fascinante, e as pessoas se sentem bem ao lado deles, SO QUE ELES NAO SENTEM NINGUEM, nao teem nenhuma conexao com ninguem, sao quase so razao, o emocional deles, quase inexistente, sao pessoas por dentro frias, mas passam uma aura de charme gentil e atraem pessoas ao seu lado.
E depois de se conviver com uma pessoa assim ESQUISOIDE,um se sente com a alma ferida,um esquisoide causa muita dor ao que tentar conviver com ele, de uma aproximacao mas intima, seja como amigo seja.... Eles sao crueis, e frios internamente, mas por fora passam uma aura de SANTO. E sao muitos os casos destes , de pessoas com este desvio (Esquisoide). E teem provocando muita dor nos outros,situacoes de sofrimentos. Se for esclarecido este desvio na novela, isto com certeza ajudara muitas pessoas a reconherecem um ESQUISOIDE, e assim saber lidar, com eles, assim todos serao ajudados(BENEFICIADOS), a sociedade no geral.
Eles tambem nao suportam contato fisico, rejeitam serem tocados.
Com carinho e respeito a seu trabalho.
Lidia

sofhia63@hotmail.com disse...

Hoje aconteceu o terceiro julgamento dos alunos da Escola Jardim Iguatemi.
Está lá no blog da Giullia
http://educaforum.blogspot.com
Os pais estão inconformados.
Um dos alunos a diretora não gostou do penteado do aluno e o humilhou
Junto são 20 alunos expulsos.
Assim acontece todo dia.
Os mais rebeldes são expulsos da escola em julgamentos horríveis onde o aluno e os pais são humilhados.
E os vinte foram julgados pela terceira vez, os pais foram até a Secretaria De Educação reclamar, foram na Delegacia de Policia denunciar com BO, mas prevaleceu o que a diretora queria.
E era assim, entrava um de cada vez, ouvia a sentença depois de cada professor apontar o dedo na cara dele e os acusar de coisas que eles juram não ter feito.
Nenhum colega para testemunhar
Nenhum direito de defesa.
Saia um com os pais chorando e entrava outro para ouvir a sentença
Esse caso aconteceu ontem na Zona Leste
Acha que numa escola assim tem chance de aluno feito o Zeca?
Olha lá no blog.
A Giullia é uma pessoa do bem, moral ilibada, e liderou o Forum Municipal de Educação, ajudou a elaborar o Plano Municipal de Educação de São Paulo
Os pais deveriam ir na minha opinião buscar a justiça em outras vias, que administrativamente estão todos contra os alunos.
Uma coisa muuuuito triste.
Desanimadora esta situação
Ainda bem que você, de modo democrático dá espaço para todos.
Mas depois que eu li o relato no blog da Giullia, fiquei com vergonha de ser brasileira e paulista.
Com vergonha da Escola Jardim Iguatemi, com vergonha dessas professoras e com vergonha do nosso governador José Serra principalmente.
Meu muito obrigada mesmo.
sofhia63@hotmail.com

Acha mesmo que os Zecas sobrevivem em uma escola cruel assim ?Mas não tem mesmo... disse...

Depois dessa,Glória Perez, acho que a senhora vai "matar" o Zeca.
Este caso aconteceu ontem, em São Paulo, mas é o cotidiano da escola pública.
A senhora "caiu" como uma bênção dando este espaço para os pais.
Note que não somos anônimos...
--------
VAMOS FECHAR A COGESP E A SECRETARIA E. de DESEDUCAÇÃO DE SP

Estamos sempre repisando o óbvio.Tão óbvio que ulula. O que faz a escola pública do estado e do municipio de São Paulo ir mal é a impunidade. Todo mundo sabe que a impunidade gera a corrupção.
A corrupção sustenta a violencia o analfabetismo e uma legião de professoras arrogantes, cruéis e incapazes.
As professoras não precisam prestar contas e quaisquer crimes que cometam tem sempre as autoridades administrativas, além dos riquissimos sindicatos para protegê-las. Isso óbviamente contamina a rede toda.
O último caso de proteção ao crime organizado foi o o da Escola Estadual Jardim Iguatemi Z. Leste de São Paulo. Hoje está acontecendo o terceiro julgamento dos 20 alunos.
O Coordenador da Cogesp, ao invéz de punir a direção da escola por violar a lei. Nâo se pode formar tribunal de exceção. Conselho de Escola é um tribunal de exceção onde o aluno é julgado sem nenhum direito de defesa. Conselho de Escola que se reune para violar a lei não pode ser considerado Conselho. Na legislação, mais de duas pessoas que se juntam para cometer um crime já é considerado formação de QUADRILHA. Expusar aluno é crime...
Justiça seja feita, o senhor Coordenador da Cogesp, José Benedito é um homem muito educado. Recebe os pais na maior elegância. Mas não resolve nada ou faz pior. No caso da Escola Estadual Jardim Iguatemi ao invéz de punir a diretora com maior rigor, ele recomenda um segundo julgamento.
Nesse segundo julgamento a diretora mostrou toda sua arrogancia, prepotencia e certeza da impunidade, ameaçando o aluno, que ela não conseguiu expulsar desta vez mas vai continuar tentando.
Desse aluno, a diretora não gostou do penteado dele. Motivo para humilha-lo na frente dos alunos e depois repetiu a dose na frente dos pais.
Já que não se consegue uma OUVIDORIA DO ALUNO. Já que uma instancia onde os pais fossem ouvidos e os maus professores punidos, os muito ruins demitidos, para os bons professores, pudesssem trabalhar em paz, a gente faz uma segunda sugestão.
VAMOS FECHAR A SECRETARIA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO E A COGESP.
FICA MAIS BARATO E MENOS PREJUDICIAL PARA A ESCOLA PÚBLICA.
ASSIM A APEOESP QUE JÁ DÁ AS CARTAS, CONTINUA MANDANDO, MAS A GENTE NÃO TEM QUEM ATRAPALHE TANTO, PELO MENOS.
Que ontem os alunos foram ao julgamento pela terceira vez.Sem nenhuma defesa, entrava um por um.Ouvia a sentença e saia chorando com seus pais.As professoras saiam por último, rindo e exultantes comemorando mais uma vitória do abuso de poder, da injustiça e da lei, para mim aqueles risos eram o deboche.
Debochavam da lei, dos pais que pagam impostos e os salários delas.
Debochavam do país.
Sentí vergonha delas, vergonha por elas.
Vergonha se ser contemporânea de pessoas dessa espécie.
Na mão dessas pessoas estão os alunos da Escola Jardim Iguatemi para serem "educados"

Comunidade de Olho na Escola Pública
coepdeolho@yahoo.com.br

EM MANAUS TAMBÉM, disse...

Gente há mais ou menos uma hora atrás eu ouvi na Radio Globo de São Paulo o caso de uma professora que tinha o hábito de colar a boca de alunos que conversavam muito na aula.
Esses casos já foram relatados em escolas do interior de São Paulo.
Lá um Manaus é igual a São Paulo.
Meus pais são de lá.
O apresentador dizia que a Secretaria de Educação de Manaus defendeu a professora explicando que ela estava estressada.
Mas começam as aulas e elas já estão estressadas?
Estar estressadas dá o direito de cometer os piores abusos contra alunos e principalmente, os pequenos?
O trabalhador comum trabalha 60 minutos para ganhar uma hora, a hora de aula que o professor ganham como se fosse 60 minutos ele só trabala 45 minutos.
Férias pra o trabalhador normal e de um mes por ano, para professores são 4 meses.
O feriado de um dia para o trabalhador se transforma em semana toda que ele emenda.
Estão estressados?
Ensinar para quem não gosta é mesmo uma tortura.
Entao que mudem de profissão e deixem a escola para quem gosta de ensinar.
Que horror.!!!!
Ficarei muito grata se divulgar esta minha mensagem.

Até quando, meu Deus, até quando? disse...

Com certeza, a Glória Perez não me surpreende.É a mulher de coragem de sempre, que para dar voz e vez aos pais de escola pública precisa mesmo ser uma pessoa muito especial.
Professores são vistos como pessoas melhores que as outras.Não são vistos como pessoas normais que erram.São exageradamente protegidas.De todos os lados.
Por muitos anos essa categoria foi paparicada, endeusada, e como são seres humanos, deu no que deu...
Esse caso da Escola Jardim Iguatemi na Zona Leste de São Paulo, como o caso de Manaus onde a professora cola a boca de duas crianças pequenas com fita adesiva para elas não falarem não são casos isolados.
Colar boca de alunos pequenos com fita adesiva acontece muito em São aulo, a imprensa divulgou o ano passado o caso do interior de São Paulo, por que a aluna tinha alergia e a fita provocou uma reação horrivel no rosto da aluna, mas as que não tem alergia, passa batido, os pais não tem onde reclamar.
O caso da diretora da Escola Jardim Iguatemi, que expulsou o aluno por não gostar do gel que ele colocava no cabelo, também não é um caso isolado.O autoritarismo, a impunidade e a falta de avaliação dos professores dá nisso
NO caso da diretora da Escola Jardim Iguatemi e, de outras diretoras é que elas consideram a escola como sua e alunos tem que se vergar a todos os seus caprichos, aquele que contesta, esta arruinado.
Quem conhece minimamente a escola pública sabe que os ZECAS não existem, eles não sobrevivem na escola.
A imprensa de São Paulo divulgou muito que as professoras temporárias foram avaliadas com uma provinha simples e tres mil delas tiraram nota ZERO.
Mais da metade tiraram menos de cinco, mas elas vão continuar dando aula.
Para a direção da escola e para as Diretorias de Ensino essas professoras tão mal avaliadas,são as melhores.
Elas assinam tudo que a direção e as diretorias do ensino querem.
Não são inocentes, mas são úteis .
Esse caso da Escola Jardim Iguatemi em São Paulo é uma prova disso.
No julgamento a que foram submetidos os 20 alunos que foram expulsos, tinha 25 professoras temporarias votando a favor da expulsão dos alunos.Eles entravam na sala um por um, para serem julgados.No julgamento eram 25 professores e 4 pais....Então os alunos não tiveram nenhuma chance.
Os alunos saiam da sala chorando, e as professoras sairam rindo e festejando.Tinham feito a vontade da direção da escola, e estavam com o seu emprego garantido.Podem faltar e nem ensinar direito que a direção esta devendo essa para elas.
Uma coisa abominável.
Veja que esse caso tem dados, endereços e se alguém duvidar, ou achar que estou exagerando é só me passar o email, as autoridades se quiserem eu dou o endereço de umas 5 mães pelo menos e o telefone da Giulia do Educaforum que acompanhou os julgamentos mas não ode nem abrir a boca, não lhe foi dado a palavra, ela so podia assistir a barbarie sem se manifestar.
É isso.
Até quando ?????
Jaqueline
Jaqueline F.Dias
Jaquelinefreitasdias@hotmail.com

Anair disse...

Querida...
Aparentemente você está dando oportunidade para todos se manifestarem.
Já ví aqui, até postagem de uma pessoa que se indentificou como aluna de 9 anos, acho que era iss, o nome dela, Sarah Alice.
Então essa é a lição de uma democracia, todos com o mesmo direito.
Por conta disso, você tem recebido uma chuva de elogios merecidos.
Ocorre que os pais tem seguidamente postado aqui sobre o personagem Zeca.
Contudo ele continua, parece que você não se convenceu que o Zeca é um personagem criado pelas más professora.
Com todo respeito mas mostrar isso é perpetuar essa desculpa
Se os pais e alunos já estão com dificuldade de mostrar que esse discurso só sustenta os maus professores....
Continuar mostrando um Zeca que atormenta uma coitadinha de uma professorinha santa, juntamente com seus pais é um equívoco.
Pelo amor de Deus,Gloria Perez ]
Por Deus, por tudo que é sagrado, acorda minha querida.
Se você não divulgar eu vou entender, se ler este meu recado já vou me sentir contemplada.

Monica disse...

Caríssima Anair:
Acho que a Glória Perez está sim jogando para as professoras.
Pior ainda, jogando contra os pais e contra o lado mais fraco que são os alunos.
Está do lado mais forte, que é uma posição confortável.
Apesar de ter um monte de gente alertando que os Zecas não existem
ela continua.
Os pais postam de todas as formas que o Zeca é a mentira das professoras virado personagem.
" a coitada da professora atormentada por alunos bandidos, acobertados por seus pais.Por causa disso a escola é tão ruim"
O fato da Gloria deixar as mensagens aqui não significa nada.
Por mais acesso que tenha este blog, não se compara a audiencia que a novela tem.
Eu na verdade, nunca tive muita espectativa e, quando ela apareceu dizendo que ia mostrar o que "sofre a coitadinha da professorinha" tive um mau pressentimento
Pressentimento que se concretizou
Como eu acho que nada fica impune para sempre.Assim como as pessoas que pensam que estão levando vantagem não dando aula, assim como a Gloria Perez
Que usar um veículo como a TV e a Globo para jogar sal na ferida dos pais e aluno, é de uma responsabilidade grande.Com certeza de um jeito ou de outro ela vai pagar.
Eu acredito na Justiça que não falha, que é a justiça
DIVINA.
ÒBVIO QUE ESTE POST ELA NÃO VAI DIVULGAR, MAS VAI LER.

Deusdete disse...

Anair
Acho que de tanto serem massacrados
e não ter nenhum espaço onde sejam ouvidos, estão assim tão maravilhados com a Glória Perez.
Estou tentando mostrar a esses pais que a novela está de novo tecendo loas às professsorinhas.
Perceberam que as professoras não postam as bobagens aqui?
Elas estão sendo contempladas.
Mesmo que os pais escrevam aqui, não tem nem comparação a repercussao que a novela tem.
Pensem bem, desde o primeiro capitulo, ou melhor desde antes da estréia vejo pais desesperados postando aquí e pedindo socorro para a Glória Perez.
Os casos postados aqui tem nome da escola e o caso é fácil de conferir.
Os pais até postam aqui os emails e os endereços de blogs e sites onde a verdade é mostrada.
Contudo a Glória insiste no pai caricato que não quer que o filho aprenda e o incentiva a cometer delitos.
A Glória insiste em mostrar um aluno que atormenta a pobre da professorinha.
Se precisar eu posto um milhão de vezes.
Os Zecas não sobrevivem na escola,nem na pública e nem na particular
Os alunos bonzinhos também não levam nenhuma vantagem
Escola pública nota zero como acontece em São Paulo, com professoras nota zero, arrastam a qualidade da escola particular para baixo também.
Nâo sei que mundo a Glória Perez pretende deixar para seus descendentes, mas com certeza, trabalhando assim contra a educação e contra aluno, ela vai deixar um mundo pior do que o que ela encontrou.
Isso aí, se meu depoimento não for divulgado, eu me contento em saber que a Glória vai ler
Pelo menos para moderar.

Até que enfim.... disse...

Nossa ! Até que enfim...
Pensei que os pais não estivessem notando, mas estão.
Os pais não são bobos, só nunca tiveram espaço fora dos blogs específicos como o da Cremilda,Giulia e da Professora Glória.
Eu notei que os professores pararam de postar aqui que não podem dar aula por causa dos alunos marginais, e dos pais omissos e coniventes.Pararam de ofender e dizer que a familia estava desistruturada.
Pararam, não é porque eram em seguinda desmascarados, mas simplesmente que não precisam
O que eles podem dizer aqui, a Glória diz por eles na novela.Então para que se desgastar ?
Além do óbvio, o número de visitantes deste blog não tem nem comparação a audiencia da novela...
Que lamentável.
Nem adianta dizer que o ZECA não existe, a Gloria sabe, claro que agora ela sabe.O pai dele é engraçado, é caricatura grotesca, exagerado, com um bom ator sem saber para que lado vai, se dá a tom de comèdia ou se é um vilão, mas o exagêro o faz ficar assim, meio estranho...
Tudo que as professoras queriam a Gloria está mostrando.
A coitada da professora não trabalha porque não pode.
Por culpa do vilão do aluno marginal e do seu pai cúmplice.
Que pena Glória, que pena....
Vai em frente...que um dia vai você vai acordar e, com certeza terá a dor de ver que perdeu uma oportunidade única de ajudar os mais fracos.
Acho que os pais estão meio que desanimados com você
Deus lhe de muita luz....
Sei que é dificil postar uma crítica, sei que gostoso é ser elogiada, mas quem sabe alem de postar esta minha crítica você não dá uma chance para a escola pública.

Anônimo disse...

Gloria, por favor, aborde a sindrome do panico em sua novela

Anônimo disse...

Gostaria de parabenizar pela novela, diversidades de assuntos abordados e principalmente a ênfase que vc tem dado a questão da doença mental, tema este tão carregado de preconceito, gostaria que nas cenas que resgatam as potencialidades do psicótico vc enfatizase a importância da Terapia Ocupacional profissão que trabalha com atividades terapêuticas objetivando resgate de potencialidades, autoestima,autoconfiança e inclusão social porém é im prescendível a participação do Terapeuta Ocupacional nesse contexto. Agradeço, Nágela e Edyr - Terapeuta Ocupacioanal Fortaleza-Ce nagelacorreia@unifor.br

Anônimo disse...

Meu nome é Edyr Marcelo, sou Terapeuta Ocupacional,trabalho com saúde mental, gostaria de parabenizar Gloria Perez pela brilhande idéia de abordar sobre a doença mental.
Porém gostaria de sugerir enquanto Terapeuta, que no hospital de Dr. Castanha, tivesse a presença de um Terapeuta Ocupacional integrando a equipe terapeutica do hospital, objetivando trabalahr o processo de reintegração social do doente mental. Utilizar-se das atividades terapeuticas( como atividades expressivas no qual percebo os pacientes realizando) para mostrar a importancia de nossa profissão. Portanto a Terapia Ocupacional, surgiu no ambiente do hospital psiquiatrico, utilizando-se de atividades, terapeuticas, como (atividades laborativas, expressivas, oficinas terapeuticas dentre outras) favorecendo o resgate da auto estima, autoconfiança, expressão de sentimentos. Trabalho esse desenvolvido muito bem por Dra. Nise da Silveira, que introduziu no hospital Engenho de Dentro o setor de terapia ocupacional.
atenciosamente Edyr Marcelo Costa Hermeto edyr@unifor.br

Rita Resende Nassur disse...

Mto interessante esse núcleo da novela. Boas também são as participações do estagiário 'Marcelo", que ddeveria parecer mais tempo e mais vezes!

A novela está perfeita, com uma amplitudo grande de temas e conflitos a serem discutidos.

Parabéns

Yara Reis disse...

Olá Glória sou professora e aluna de pós graduação em linguística e vou fazer um artigo sobre a representação da violência que é trada na novela do personagem Zeca e quero saber o q ue levou você falar sobre esse assunto que está gerando polêmica entre os pais,alunos,professores.E na minha opnião é muito mais amplo que imagunamos pois tudo contibui para que temos Zecas,Beres e pais como os do Zeca,que todos esses personagens na vida real existem sim.Mas tantas perguntas para esses problemas todos queremos respostas.
Desde já agradeço

Antonia Silva disse...

Oi Glória,tudo bem?estou gostando muito da novela,tenho uma ciriosidade:Dr. Castanho tambem é esquisofrênico?rs,rs,rs bjos e fica com Deus!

katerine disse...

hola gloria,soy de Lima-Perú y veo la nueva novela brasileña "camino de la india"solo por tv globo internacional en el idioma original!yo quedé fascinada con el personaje de "MARCELO" las peruanas gustamos mucho de el ... en especial "yo" jajajaja "el es muy guapo" y además tiene mucho futuro como actor en las proximas telenovelas de brasil!aqui tiene la primera fan el!VIVA DANIEL!!!!jajaja besos para usted
oi glória,sou de Lima-Peru e vejo a nova novela brasileira "caminhos dás índias"só por tv Globo internacional no idioma original!eu fique encantada com o personagem de "MARCELO" as peruanas gostamos muito muito dele ... em especial "eu" hahahaha "é muito lindo e bonito" além tem muito futuro de ator nas proximas telenovelas de brasil!aqui tem a primeira "fã" de ele!VIVA DANIEL!!!!rsrsrs beijos pra vocé!

Anônimo disse...

Oi,Tenho acompanhado a novela e ontem fiquei feliz quando vi uma participação "maior" do Daniel com o Stênio Garcia.O Dr. Castanho explicando ao Dr.Marcelo sobre os psicopatas.Fico feliz pelo Daniel....Ele é uma graça de pessoa.Pena que tenhamos perdido contato.Se não for pedir muito....se tiver oportunidade....Fala pra ele que o tenho visto na novela.Fala que a TÔ(assim que me conhecem-colegas de curso)-ou Antonieta manda um beijão pra ele,de coração!

Grata,
Um Abraço,Antonella Altana
antonella.altana@terra.com.br

Silvana disse...

Hola Gloria. Ótimo abordar esses temas que ainda são tabu na sociedade e ninguém quer ver. Se não for pedir muito queríamos ver o personagem estagiário que contracena com Stênio Garcia, bonitinho de olhos azuis, mais vezes...que tal?
Beijinhos e ótimo trabalho
Silvana

Cristina disse...

Olá Glória, meu marido e portador de esquizofrenia e estou aqui p/ dizer que me emociono a cada cena do Tarço, pois lembro de tudo que passei, e acho mt importante esta bandeira se levantada pois o preconceito é mt elevado. Meu marido é oficial das forças armadas e foi reformado neste mês. Ele é mt inteligente possui QI elevado, mt parecido com o personagem, atualmente demostra ser um guerreiro faz 3 faculdades!! Uma federal a distancia, outra presencial e pós graduação. Tenho mt admiração por ele e o amo demais, apesar de ser uma pessoa como ele é, mas confesso que isso é um segredo para mts da nossa convivência, pois o derrespeito é demais, não quero ninguem chamando meu marido de louco.

Anônimo disse...

sou Terapeuta Ocupacional,trabalho com saúde mental.
Porém gostaria de sugerir enquanto Terapeuta, que no hospital de Dr. Castanha, tivesse a presença de um Terapeuta Ocupacional integrando a equipe terapeutica do hospital. Utilizando-se das atividades terapeuticas( como atividades expressivas no qual percebo os pacientes realizando) para mostrar a importancia de nossa profissão.

Claudia disse...

Oi Glória! Venho acompanhando a novela desde seu início e me chama muito a atenção dada à questão da esquizofrenia. Sei o que é ter um familiar com essa patologia, e sei muito bem como, no caso do meu tio ele se sente. Posso te dizer que no caso do meu tio a situação se agravou após um tratamento absurdo que fizeram há muito tempo, época do regime militar no Chile, pois é lá que ele vive. A esquizofrenia foi detectada quando ele se inscreveu no exército e foi dada a notícia à minha avó como sendo a doença da alma. Minha avó que nada sabia sobre o assunto levou-o para fazer o tratamento sob a garantia de que meu tio ficaria mais calmo e sem crises, mas na verdade foi submetido a eletrochoques, que causaram ainda mais problemas e tristeza. Meu tio, quando está medicado tem noção de sua realidade e sofre perguntando-se porque Deus fez isso com ele, e chora. Mas apesar dos pesares tenta levar uma vida normal, ele é interno em uma casa da igreja católica, e sai de tempo em tempo sozinho para visitar minha avós. A última vez que estive com ele me contou que era locutor de um programa de rádio, estava todo orgulhoso. Fico feliz de ver o enfoque que está sendo dado ao assunto, levando a conhecimento das pessoas como agir, sem preconceitos e sem medos, pois o ideal é ajudar, incluir e não isolar do convívio social. Decidi escrever, porque devido à vivência do meu tio e às situações vividas durante sua adolescência, que são similares às da personagem Tarço, quanto às cobranças, à falta de compreensão, a busca por resposta, queria que você ouvisse uma música de composição do meu irmão, que foi tocada e cantada em uma apresentação da banda que meus irmãos tem que chama Instinto Coletivo. Eu nunca tinha ouvido a música e confesso que pensando no sentido em que foi escrita me emocionou bastante, não sei como posso mandar a gravação da música, mas segue a letra da música, talvez você goste. Beijos! Claudia

Fiquei louco
Diego Gonzalez


Sozinho à noite as horas passam
A ruas vazias, só sinto os meus passos
No meio da luz e a escuridão, eu ouço vozes
Eu não sei da onde vem nem aonde vão

Busco resposta, mas ninguém me dá razão
O que eu preciso sim saber é o que você quer me esconder
Talvez eu fiquei louco. Eu não sei

Quem mais fechou os olhos e não quis ver?
Quem mais cometeu erros e não quis reconhecer?
Quem mais?
Eu sei que já não temos esse tempo pra perder

Queria um instante fechar os olhos
E acreditar que tudo era perfeito
As vezes sozinho em silêncio estou chorando
E as coisas que eu me esqueci agora me fazem falta

Busco resposta, mas ninguém me dá razão
O que eu preciso sim saber é o que você quer me esconder
Talvez eu fiquei louco.Eu não sei

Quem mais fechou os olhos e não quis ver?
Quem mais cometeu erros e não quis reconhecer?
Quem mais?
Eu sei que já não temos esse tempo pra perder


Busco resposta, mas ninguém me dá razão
O que eu preciso sim saber é o que você quer me esconder
Talvez eu fiquei louco, eu não sei

Quem mais fechou os olhos e não quis ver?
Quem mais cometeu erros e não quis reconhecer?
Quem mais?
Talvez eu fiquei louco. Eu não sei

Patricia Rabelo disse...

Oi. tudo bem?
Parabens pelo sucesso de mais um trabalho. Também quero dizer que voce tem uma sutileza extrema de expor assuntos delicas e cheios de estigmas. Já é um grande sucesso!!!

Bom, sou terapeuta ocupacional, e minha preferencia é pela psiquiatria, tendo ainda preferencia pela dependencia quimica, minha maior afinidade.
Durante a faculdade, pelos quatro anos realizei serviços voluntarios nesta area, e realmente, passei a me conhecer mais e dar mais valor ao outro.
Durante todos estes anos, percebi que grande parte das pessoas sao incompreendidas em algum momento e apresentam problemas internos nao resolvidos, e a familia colabora muito para isto.
Hoje fico vendo as crinças ficarem aos cuidados de babas, enquanto as maes (mesmo as que nao tem a necessidade de suprir uma familia) ficam fora o dia todo, criando uma falha na constituiçao e construçao deste futuro adulto.
Por vezes, durante as revistas que sao realizadas antes dos familiares visitarem os internos, foram encontrados drogas camufladas das mais formas possiveis, nas partes intimas, em comidas, e até em garrafas termicas.
É claro que o tratamento e a atuaçao do profissional difere muito entre dependencia quimica e transtorno mental, porém há fatores comuns como o preconceito, a desconfiança para com o paciente e com certeza, incapacidade gerada na cabeça dos que gerem o mercado.
Por vezes, vi pacientes sairem do hospital com expectativas para o futuro, como trabalhar, reconquistar a familia, e seguir uma rotina de uma pessoa normal, porem, quando se pisa fora do ambiente hospitalar, os sonhos nao sao tao faceis de serem realizados assim.
A terapia ocupacional tem uma enorme contribuiçao para o reestabelecimento deste paciente, atuando nas atividades de vida diaria (higiene pessoal), e a longo prazo, capacitanto o paciente a fim de ter uma renda e ajuda-lo a vencer diversos medos e preconceitos.
Atualmente, estou formada a tres anos, e a instituiçao onde me formei fechou o curso de graduaçao em Terapia Ocupacional (Universidade Catolica de Goias – GO) devido a pouco procura por parte de alunos. O mercado de trabalho está muito dificil para nós, vez que as pessoas nao reconhecem nosso trabalho e isto é desanimador. Nao há teto salarial, permitindo que aconteça uma exploraçao do profissional de saude.
Quero me afastar da area, mesmo adorando o que faço, porem nao tenho retorno financeiro.

A tragetoria do seu personagem é bem condizente com a realidade, mesmo que nos cause espanto com a forma que a familia trata o doente, e isto nao é caracteristico de classe social alta, pois todas as classes tem medo das patologias mentais.

So deixo uma sugestao, que esta profissao, Terapia Ocupacional, seja mais explorada para que a sociedade veja que o terapeuta ocupacional nao é apenas um recreador que cuida de crianças, mas uma profissao regulamentada que tem parametros cientificos e sociais, e que muito contribui na sua area de atuaçao.

Abraços e grande sucesso sempre

Patricia Rabelo

Fernanda disse...

Olá Glória,
Vc está de parabéns, pela forma como está abordando os problemas mentais de nós humanos.
Tenho que te agradecer por expor esse tema, e nos dar a chance de enchergar, o que talvez fosse claro para um psiquiatra, mais muito atormentante e confuso para um leigo que convive com um psicopata por exemplo.
Através de sua novela pude perceber que os sintomas apresentados pela Ivone, são os mesmos, que o meu pai apresenta, sempre soube que ele não era normal, mas não sabia que era um psicopata, pois quando ouvimos essa palavra relacionamos logo a pessoas que matam, quando na verdade a destruição que essas pessoas causam são infinitas, visto que estas não gostam de ninguém, não sabem o que é afeto, cuidado, carinho, amor!
Só visam lucros, e seu bem estar, fazem tudo bem articulado, fazem qualquer um de idiota, chegando a destruir sua vida sem ter que te matar, mais se presiso for, eles fazem isso tbm, pq o que importa é alcançar seus objetivos, sempre se dando bem em cima de alguém.
Se soubesse que iria abordar esse tema teria lhe contado minha história, daria uma novela e tanto... rsrsrsss
Brincadeiras a parte, venho aqui lhe pedir que continue mostrando cada uma dessas pessoas periculosas, deixando claro que elas podem estar bem perto, nos manipulando como fatoches, prontas para espalhar sua maldade. Talvez se falassemos mais e com mais franquesa sobre estes problemas, essas pessoas pudessem ser detectadas mais rápido, evitando o preço a ser pago pela convivência com uma pessoa dessas, colocando-as em seus devidos lugares, penalizando-as de maneira mais severa, e se preciso for privando-as da convivência com a sociedade saudável, Pq a punição tem que ser para eles(os pisicopatas) e não para nós, que acabamos sendo tão penalizados ao crusarmos com uma criatura dessas.

Maria Antonieta disse...

Glória,Boa Noite!Tudo bem com você?
Queria dizer que a novela está cada dia melhor!
Concordo com a Psicóloga Irinia Belchior.Esse assunto tem que ser explorado muito,mas muito mesmo...pra que fique bem gravado na memória das pessoas as dúvidas esclarecidas.E o Personagem do estagiário Marcelo(Daniel Marques) tem contribuído de forma satisfatória nesses esclarecimentos.Ainda acho que ele ,o Marcelo deve ajudar no tratamento do Tarso,lógicamente acompanhado do dr.Castanho.E o Tarso vai se entender bem com o Ademir.E acho que as duas mães devem se encontrar.A Melissa com a Cema.O Problema que elas tem em comum ,deverá deixar a Melissa mais "humilde"...É o que eu gostaria de ver até o final da novela.A doença não escolhe classe social.Parabéns pelo tema abordado.Você sempre contribuindo para romper preconceitos.
Um Grande Abraço,
Maria Antonieta

silmara disse...

Olá,Glória Perez!Tudo bem?Parabéns,p/belíssimo trabalho...sei que é mais um de milhões que virão!Obrigada,p/entrar em nossas casas com tanta sabedoria,respeito e mostrar a realidade do ser humano.Pois,além vc trabalhar em vários temas do nosso cotidiano...vc tb é um pessoa s/preconceitos...é lindo vermos um ator negro em sua novela...que sabemos que é muito raro...pois,temos atores negros brilhantes,como exemplo:Juliana Alves,Christóvão Netto(que gostaria de ver mais vezes e falando mais nas cenas,pois ele é um excelênte ator),Muçunsinho,Neusa Borges...enfim,todo o núcleo da novela Caminho das Indias.Minha filha de 4 anos...só dorme depois que a novela termina...minha mãe também é sua fã...a novela está ótima...!Parabéns,p/todos os atores...que estão sabendo retratar muito bem suas idéias....maravilhosas.Muita Saúde p/vc...Sucesso e Felicidades!!Bjs,Silmara!!!
Silmara Rosa
Dona de casa
Rio de Janeiro