segunda-feira, 22 de outubro de 2007

Leonardo Pareja e o Capitão Nascimento



Li hoje nos jornais que o TORTURA NUNCA MAIS está discutindo a possibilidade de recorrer ao MP contra o filme TROPA DE ELITE. Tomara que seus integrantes pensem melhor e não contribuam para ressuscitar a censura, contra a qual lutaram tão bravamente nos anos da ditadura.

Já basta o equívoco cometido quando da morte de Leonardo Pareja.

Pra quem não lembra, Leonardo Pareja foi um bandido classe média alta, de Goiânia, que optou pelo crime por gosto e vocação.Bonitão, inteligente, vaidoso, bom de marketing, fez de tudo pelas suas muitas horas de fama: roubou, sequestrou, liderou rebeliões -numa delas manteve como reféns o secretário de segurança e alguns desembargadores do Tribunal de Justiça, empreendeu fugas espetaculares, ridicularizou a polícia de vários estados, sempre sob a luz dos holofotes da mídia. Virou ídolo. Por incrível que possa parecer, até de autoridades.

Quando morreu, assassinado por um companheiro de cela, um representante do Tortura nunca Mais de Goiânia tascou uma bandeira do Brasil sobre o caixão, provocando a ira do comandante da PM local, que a mandou arrancar.

Já está de bom tamanho, gente: melhor deixar o capitão Nascimento em paz, nas telas dos cinemas.

5 comentários:

fátima disse...

De vez em quando esse grupo tortura faz besteira,lemra Gloria quando vc falou no sem censura,vc falou que foi a pior coisa que aconteceu foi a ditadura.Por que as autoridades pensam que assassinos,bandidos...,são todos presos politicos,afrouxaram as leis,não adiantou o que vc fez,a lei que consiguiu aprovar simplismente não vale mais.
E tem direito humanos so para bandidos,nos estamos fora,so vai mudar um dia que alguma autoridade tiver correndo seriamente em risco,deixa o filme.
Tem muita gente fazendo o facil,e não o certo.
Tens que mudar as leis para o Brasil para melhos.
Bjsssssssssssssssssssssss Glorianbzbi

Hélio Pimentel disse...

Esses grupos de "direitos humanos", em geral, mais atrapalham do que ajudam.

"Defensor" de alguma coisa usando a causa em benefício próprio é o que mais tem.

Elke di Barros disse...

É incrível que ainda com tanta informação, haja pessoas que querem impedir a arte a pretexto de psedo direitos-de-qualquer-porra.
O que é isso ? Então, querem o que ? Um censor que aprove ou não o que devemos assistir ? Francamente !!!

Anônimo disse...

Tá mais do que certo. A pseudo-arte fascista se combate com "censura".

William disse...

William Valadares - Goiânia - Go
Resta saber se para ser bandido bonzinho tem que ser rico e bonito para ser artista deste tipo de galera. Coisa de Brasil, onde, infelizmente, há registro de criminoso perigosíssimo que ganhou dinheiro pago pela imprensa para contar e mostrar suas maldades contra pessoas comuns e autoridades, mas com astúcia de macaco velho, não violentou nenhum membro dos ditos Direitos Humanos.
Faz favor! ! !