segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Preso o promotor Igor


Até que enfim!!!

-- Posted from my iPhone

3 comentários:

Artes da Marga disse...

Oi Glória!
Demorou mesmo. 8 anos para prender o assassino da esposa é muito tempo. Agora é torcer para não vê-lo brevemente na rua como muitos.
Te desejo tudo de bom.
Margarida

Thainá disse...

Oii Glória, tudo bom?
Admiro seu trabalho, gostaria de ser atriz, acho mto bacana essa profissão, acho uma profissão mto bonita sabe...
moro em bueno brandão e tenho 14 anos.
me envie um e-mail?
obg
bjo

thaina_maganhoto@hotmail.com
meu twitter é: tiwitter.com/thafaco

Sayonara Salvioli disse...

Glória,

Até que enfim! Vi a foto atual do monstro. Dá para perceber o estado em que se encontra, afinal tirar a vida de uma mulher grávida, atirando a uma distância entre 5 e 20 centímetros de sua cabeça, só pode, mesmo, tornar essa pessoa uma pálida imitação de ser humano! Algum preço, afinal, os assassinos têm que pagar! Apesar do descaso e da morosidade da Justiça na maior parte dos casos, pode-se ver que, minimamente, os bárbaros têm sua maldade, ao final, voltada contra si próprios... Entretanto, nos entristece o fato de que – apesar da perda de peso e da aparência ruim – os criminosos continuam vivos, ao passo que as vítimas perderam as chances de terem qualquer outra experiência na vida... Afinal, nada pode ser pior do que o arrebatamento da vida.

Outra coisa que me indigna: a frieza com que abordam vida, morte e ser humano. Não li, ainda, o livro Mentes Perigosas, recomendado por você; farei isso, com certeza. Mas já pude perceber – pela novela – alguns traços comuns aos psicopatas. E fico pensando como é que podem se distanciar tanto da circunstância humana, sendo capazes de atrocidades e de “disfarçarem” inicialmente a sua participação no caso. Não entendo como esses assassinos não percebem que, em algum momento, seu crime será desvendado, e, afinal, não existirão maneiras ou truques abomináveis capazes de desatá-los definitivamente da cena do crime. Afinal, apesar das barbáries que cometem, se traem em depoimentos e performances falaciosas e, portanto, facilmente autodenunciáveis!


Neste caso particular, resta-nos desejar que o criminoso permaneça preso!