sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Tá Explicado!

O sr Papandreu -aquele que acaba de escrever um livro com a mais fantasiosa versão já imaginada para explicar a morte a menina Isabella- apareceu ontem num programa de TV dizendo que estava no caso como free lancer!!!!! isso mesmo: "free lancer"!

Depois de negar conhecer o perito Sanguinetti, confessou que conhecia sim e, pelo visto, muito bem: esteve no apartamento do crime junto com ele, e Sanguinetti pediu sua ajuda.

Enfim, faz parte da troupe!

6 comentários:

Anônimo disse...

Oi Glória,

Vamos acreditar que Isabella foi até a cozinha, pegou a faca e a tesoura, tentou cortar a tela de proteção com a faca (não deu certo, cortou-a com a tesoura e levou novamente pra cozinha e guardou. Acreditemos!!!
O que o livro fala das marcas na parede (do lado de fora) quando aparece com nitidez os dedinhos de Isabella deslizando: se ela pulou, logicamente a cabeça desceu primeiro. As mãos viraram como num passe de mágica pra deixar aquelas marcas?
Estratégias de advogados às vezes, são toscas. Subestimam nossa inteligência e nos faz pensar na impunidade que reina nesse país.
Convenhamos, eles estão presos porque a mídia não descansou!

LA STREGA disse...

Mais um que achou uma forma de ganhar dinheiro às custas da tragédia alheia. Bjs.

Francisco disse...

Olá Gloria,
em 21 anos de atuação no júri, jamais imaginei que seria apresentado a um perito free lancer. E o incrível é que ele esta conquistando seus minutinhos de fama e alguns trocados no bolso, além de um imensa indignação social.
abs p/ a grande amiga
Francisco J Cembranelli

Além da terra disse...

Querida Glória..
São por causa desse tipo de coisa,que o povo não acredita na Justiça desse País,eu mesma não acredito.
Glória,escreve por favor uma novela,que mostre ao povo como livrar as crianças desses monstros que dizem ser pai/mãe/madastras/padrastos.Suas novelas sempre ensinam ao povo muita coisa,ensine como detectar esses monstros.Eu mesma tive uma madrasta na minha vida,era cruel e ng acreditava em mim.Até hoje com 40 anos sofro as lembranças daquela época.
Bjus..
Val.

Vladmir disse...

Há alguns argumentos tecnícos contra a tese do acidente, mas o promotor Cembranelli e a Ana Carolina Oliveira só contra-argumentaram(pelo menos, foi o que vi na TV) citando o comportamento doce da Isabela. Acho os argumentos tecnícos mais convincentes. E quando a mãe da Isabela diz: "Eu acho que foram eles(casal Nardoni) os culpados", sem querer ela beneficia a defesa, pois nenhum reú pode ser condenado com base em opiniões, e sim em fatos. Na tese do acidente, o casal teria visto a tesoura bem perto da tela, ou a pobre menina teria tempo de guardar a tesoura? Novamente o tempo pode ser um argumento a favor da acusação.

ila fox disse...

Nossa, um horror isso de dizer que foi uma fatalidade doméstica...

O ruim de demorarem tanto tempo para julgar é isso. Parece que as pessoas vão esquecendo dos detalhes sabe? ninguém lembra das marcas de sangue, no carro, no apartamento poxa? absurdo isso.